terça-feira, abril 01, 2008

Especial...

Um leitor da teia chamou a atenção...

(...) Hoje venho sugerir eu uma leitura. Lê um artigo do Jornal Público caderno P2 31/03/2008 "as últimas vontades Randy Pausch". É sobre a última aula de um professor que está próximo de morrer. Quando estava a ler lembrei-me logo do teu post sobre os teus sonhos por concretizar. Que grande lição de vida deste senhor. (Luís)

O texto vem a caminho (pela mão do meu Pai).
Também pela mão do Pai... o vídeo.

Eu às vezes sinto-me tão pequenina...



Carnegie Mellon Professor Randy Pausch, who is dying from pancreatic cancer, gave his last lecture at the university Sept. 18, 2007, before a packed McConomy Auditorium. In his moving talk, "Really Achieving Your Childhood Dreams," Pausch talked about his lessons learned and gave advice to students on how to achieve their own career and personal goals. For more, visit www.cmu.edu/randyslecture."Journeys" are special University Lectures in which Carnegie Mellon faculty members share their reflections on their journeys -- the everyday actions, decisions, challenges and joys that make a life.

2 comentários:

emn disse...

Excepcional...





(Vou deixar as minhas filhas pintarem os quartos como há tanto tempo me têm vindo a pedir)

3za disse...

Agora comovi-me com o teu parêntesis... Também porque há dois dias faleceu subitamente a mãe de uma aluna que foi da minha DT (Ateam) e eu achava das melhores pessoas que conheci - uma leucemia fulminante levou-a estupidamente sem lhe dar qualquer hipótese. Uma mulher de uma doçura sem igual que deixa duas filhas pequenas (8º e 5º anos). Já havia, nessa turma convivido com a morte no ano passado (tanto miminho dei), pois aquele empresário que desapareceu e depois foi encontrado na Serra da Arrábida era também o pai de uma ex-aluna minha. Estranho eu ter colocado a chamada de atenção para o filme e este vídeo tão próximo... mas se isso nos fizer "lembrar" o óbvio e cumprir mais um sonho ou ajudar a cumprir o sonho de alguém... antes que deixe de ser possível... Já valeu. Digo-o sem tristeza. A vida é exactamente assim... absolutamente inesperada... trata-se apenas de a aproveitar o melhor possível...