quarta-feira, outubro 22, 2008

Papilio machaon... há uma esperança de asas

Esta terceira geração de borboletas Papilio machaon foi, como sempre, numerosa e nem dei por nada... Ando mesmo distraída... talvez até bastante cansada para conseguir olhar com olhos profundos o que está à vista.
Hoje surpresa: uma dúzia de lagartinhas em várias fases de desenvolvimento (portanto, várias posturas) ocupam as arrudas... mesmo os rebentos mais pequeninos.
Ao olhá-las... consigo ver a borboleta em que se transformarão, se a vida lhes der uma oportunidade e se lutarem afincadamente pela sobrevivência do voo com que sonham sem saber.








Saí da escola com essa esperança, hoje.
Algo se move, algo se agita, algo busca asas nesta nossa recente rastejante existência.
Borboletas na teia ontem. Hoje promessas de borboletas, juras de asas.
Sinais de elevada e multicolor esperança?


(As fotos das lagartinhas são de hoje... esta da borboleta Papilio machaon é de um passado recente que desejo muito seja futuro próximo.)

4 comentários:

Pipoca disse...

tão lindas!!!!
Professora vá ver o meu blogue(www.cisnedourado.blogspot.com),e a minha galeria no scrach(cisnedourado).bjs

3za disse...

Pipoca doce... :)
Já fui! Está tudo lindo... gostei muito do trabalho de Ciências... depois corrigimos as gralhinhas no Clube. Beijinhos

Marina disse...

3za, até que enfim que consigo escrever alguma coisa!
De qualquer modo, era so para dizer que tomei a liberdade de por uma ligação do meu cantinho para aqui...

Ate breve!

3za disse...

:) Toda aliberdade do mundo! Beijinho