segunda-feira, dezembro 22, 2008

Coisas de Natal...


Pai Natal! Pai Natal! Uma emergência! Uma terrível emergência!

Emergência meus caros duendes? No Natal não há emergências... pode haver urgências... mas emergências... Há tantos anos que ando nisto e nunca qualquer ocorrência, incidente, conjuntura ou situação crítica interferiu com as urgências, pressas e necessidades prementes do Natal!

Oh, mas Pai Natal...!

Pai Natal coisa nenhuma! Vamos lá trabalhar que ainda há muita coisa para fazer e estou aqui de volta da letra P a ver se está tudo em ordem para aquele país chamado Portugal...

Mas é isso mesmo Pai Natal! É isso mesmo! É isso a emergência!

Ai que ainda me zango. Fazem-me perder tempo...

Mas Pai Natal... nesse país não vais poder descer em todas as chaminés!

Como?

É que há muitas que foram fechadas por não estarem nas devidas condições de higiene e segurança para serem atravessadas pelo Pai Natal!

Como?!

Pois... e também há outro problema!

Mais problemas!?

Só as pessoas que nos últimos sete anos se portaram bem, mandaram nos outros com frequência, e não gastaram tempo de volta de coisas sem importância nenhuma, é que podem receber as prendas grandes! E mesmo assim precisam de estar num sítio onde não haja assim muita densidade populacional de pessoas dessas, ou então só escolhem mesmo mesmo mesmo umas pouquinhas que mandaram muito muito para receber as melhores prendas! E aquelas que estão assim em zonas com poucas casas e com pouca gente, nem precisam de ter mandado grande coisa, basta só estarem lá que recebem logo uma prenda grande em vez de umas meias!

Pronto, pronto... chega de brincar. Há muita coisa para fazer!

Mas não estamos a brincar! Tu já viste as cartas que vieram desse país?

Ia agora ver, se parassem de falar e de dizer disparates...

É que são pelo menos umas dez folhas cada uma com cruzes e contas para fazeres, a ver se têm direito ou não à prenda! As últimas cartas já têm só cinco folhas (parece que andaram a mudar umas coisas). Mas há umas listas com nomes que é mais fácil... não precisam de carta nem nada e têm as chaminés limpas com uns subsídios quaisquer especiais de manutenção de chaminés... é só deixares lá as prendas...

Como?

Pois... e ainda há outro problema...

Não sei se aguento mais problemas...

Só podes largar as prendas nas chaminés dos outros (que não estão nessas listas de acesso fácil às prendas) depois de estarem os requerimentos todos preenchidos e os códigos todos atribuídos... assim uns códigos especiais de controlo para saber quem recebe que prendas... Sem código, não há prendinha! E nós estivemos a ver e só para aí uns quantos é que já têm código! É que se deixas lá alguma coisa sem código, depois eles coitados têm de devolver tudo! E ainda...

Hummmmmmmm... Chega! Não quero ouvir mais nada! Que coisa tão estranha... Deixem-me pensar...

...

...

Pai Natal?!

...

...
...

Pai Natal?!

...

...

...
...
...


(Consta que Parou na letra P e ainda está Por lá a Pensar... )

5 comentários:

Serenidade disse...

Quero pedir ao Pai Natal
Quero pedir ao menino Jesus
Que meus meninos vejam a luz
Que nos seus lindos corações pus!


Bom Natal,

Cheio de luz, paz e amor.

Serenos sorrisos

3za disse...

Bom Natal! :)

IC disse...

Boa, 3za! Já me fizeste rir :)) Não tanto, confesso, como o Jorge Pedreira a dizer que não valem abaixo-assinados pela net, (até já estou arrependida de não ter assinado por já não ter escola para indicar).
Bem... eu já não tenho conseguido rir com as cenas da ADD, mas acho que hoje recuperei a capacidade de rir com esse anedotário. (Se calhar foi só hoje)
Beijinhos

soledade disse...

Fizeste-me sorrir :) Talvez o Pai Natal nos mostre como sair deste "lio".
Boas Festas, Teresa.

3za disse...

:) É que voa por aí tanto disparate... que também a mim me apeteceu uma oputra visão das coisas... Ainda bem que vos fiz sorrir um 'cadinho ;) Beijinhos e Boas Festas!