quinta-feira, maio 08, 2008

Resistências individuais

Admiro-as e orgulho-me de as ter como colegas.
Respeito a sua atitude/decisão. Já lhes expressei a minha solidariedade.

Via 'umbigo podem ter acesso à carta da Leonor... o teor da da Isabel é idêntico.
A mesma coerência, a mesma causa as move.
(A Isabel foi uma das professoras do Agrupamento que, tal como eu e mais duas, não se candidatou ao cargo de titular...)

Resistências Individuais

a ler...

2 comentários:

Luis disse...

Já tinha lido a carta no Umbigo, e também quero deixar aqui uma pequena homenagem ás tuas colegas, que tão bem representam o sentimento de indignação e incompreensão dos professores por estas politicas.

Como estou a ler o "Sermão de Sto António aos peixes" do Pde António Vieira, deixo umas frases dele.

"Vós, diz Cristo Senhor nosso, falando com os Pregadores, sois o sal da terra: e chama-lhes sal da terra, porque quer que façam na terra o que faz o sal. O efeito do sal é impedir a Corrupção, mas quando a terra se vê tão corrupta como esta nossa, havendo tantos nela , que têm oficio de sal, qual será, ou qual pode ser a causa desta corrupção? ...
Ou é porque o sal não salga, e os Pregadores dizem uma coisa e fazem outra , Ou é porque a terra não se deixa salgar, e os Ouvintes querem antes imitar o que eles fazem, que fazer o que dizem."
...
"passo ás Virtudes naturais e próprias vossas. Falando dos peixes Aristóteles, diz, que só eles entre todos os animais se não domam, nem se domesticam."
...
"Peixes, quanto mais longe dos homens, tanto melhor; trato, e familiaridade com eles, Deus vos livre. Se os animais da terra e do ar querem ser seus familiares, façam-no muito embora, que com as suas pensões o fazem. Cante-lhe ao homem o Roxinol, mas na sua gaiola: diga-lhe ditos o Papagaio, mas na sua cadea,.... ; e se os Tigres, e os Leões lhe comem a ração da carne, que não caçaram no bosque, sejam presos, e encerrados com grades de ferro. E entretanto vós, peixes, longe dos homens e fora dessas cortesanias, vivereis só convosco, sim mas como peixe na água."

Os meus Parabéns ás duas professoras pela sua atitude de coerência, de integridade e de respeito pelos colegas, e que assim provam que não são daqueles "animais racionais" que se deixam corromper.

3za disse...

:)