terça-feira, maio 13, 2008

Nem tudo o que nos ata nos pode prender...

Ninguém disse que os dias eram nossos
Ninguém prometeu nada
Fui eu que julguei que podia arrancar sempre mais uma madrugada
e deixar-me devorar pelos sentidos...




Mas, acredito...
acordamos dos sonhos para lhes ir dando forma caminho fora.
Há sempre um jeito.
Há sempre uma maneira de mudar o que não se quer.
Nem tudo o que nos ata nos pode prender...


Acordo sempre assim para os dias.
Cedo, porque tenho pressa de sentir, porque tenho pressa de viver.
Porque quero virar a vida do avesso

ficar mais perto.

Já sabem...

6 comentários:

Luis disse...

Tem cuidado com essa saúde.
Trata tão bem de ti como tratas dos teus alunos e das tuas rosas.
Talves sejas uma Super-Mulher , mas não tens todos os super-poderes, vê lá se não apanhas uma super-gripe.
Extremina todos os bichinhos maus, virus, microbios, bacilos, que só chateiam e atrapalham.
desejo que tenhas uma rápida recuperação de forma, as melhoras

3za disse...

:) obrigada!

Anónimo disse...

Que saudades que tinha destas letras!
Estou desejosa de chegar a casa para recordar os velhos tempos...
Já fui tão feliz com estas músicas.

Onrigada, Rute Torres

3za disse...

:)

Daniela disse...

Gostei mt do q li... tens mt jeito p escrever.

bj e aproveita bem os teus dias!

3za disse...

:) roubei palavras à Mafalda.... mas pronto...a cola foi minha! Bjinho