quarta-feira, março 05, 2008

A ler...


3 comentários:

Pepe Luigi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pepe Luigi disse...

Eu não sou professor, mas tenho cá em casa dois exemplos, a minha mulher e a minha filha mais velha.
A minha mulher que até hà questão de três anos nunca lhe ouvi um queixume, a não ser questões pontuais, mas que gostava de leccionar, tem-me dito continuadamente que não há condições. A saturação atingiu o limite.
O que talvez a sra.ministra não adivinhava é que toda a sua aberrante politica fez unir a classe de professores, sejam eles de quadrante político forem.
Apesar da minha mulher se reformar dentro dois a três meses (mas com penalização), terá muito orgulho em estar presente na marcha de protesto a levar a efeito no próximo Sábado dia 8 de Março.
Isto vai mudar. Olarila se vai mudar!

Desejo-lhes o maior sucesso.
Um grande abraço

3za disse...

Obrigada Pepe!
Os meus Pais... têm saudades de mim. Fins-de-semana sempre a trabalhar... mas como fazer se a semana não chega? Esquecer as crianças que são o mais importante? Não... Aguenta-se até quando?