sábado, março 15, 2008

Recomeços III

Novo Tempo (Ivan Lins / Vitor Martins)

(versão com melhor som AQUI... mas gosto de o (ou)ver "ao vivo")



No novo tempo apesar dos castigos
Estamos crescidos, estamos atentos
Estamos mais vivos p'ra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
Da força mais bruta, da noite que assusta
Estamos na luta p'ra sobreviver
P'ra que nossa esperança
Seja mais que vingança
Seja sempre um caminho
Que se deixa de herança
No novo tempo, apesar dos castigos
De toda fadiga, de toda injustiça
Estamos na briga p'ra nos socorrer
No novo tempo, apesar dos perigos
De todos pecados, de todos enganos
Estamos marcados p'ra sobreviver
No novo tempo, apesar dos castigos
Estamos em cena, estamos nas ruas
Quebrando as algemas p'ra nos socorrer

No novo tempo, apesar dos perigos
A gente se encontra cantando na praça
Fazendo pirraça pra sobreviver

2 comentários:

emd disse...

Recomeços... e... reencontros

“Dai-me Senhor,
a perseverança das ondas do mar,
que fazem de cada recuo
um ponto de partida para um novo avanço.”
Gabriela Mistral, poetisa (VIA XM-GIRAFA COR DE ROSA)

Que Recuos, que Perdas, que Derrotas, que Vitórias? in TERREAR

3za disse...

:)
Bom ter a tua companhia por aqui...
Um bom sábado!