quinta-feira, março 27, 2008

Não sei...

... chamo-lhe

2 comentários:

Raul Martins disse...

É tudo isso...
E eu digo que é nossa!
A tua teia é património dos amigos que te visitam e gostam de ti...
Mas eu pressinto o que queres dizer com o "é minha".
Que a tua teia raízes folhas música sonhos lembranças... continue a crescer e a dar frutos.

3za disse...

É por ser primeiro minha que é toda vossa depois. Se fosse outra coisa que não eu, que não minha... vocês não voltavam... :)
(E obrigada pelas palavras dirigidas à mulher que deu à luz os tais dois rebentos... e ainda mais outros dois de que afianço a qualidade humana :)
Olha, em http://www.madeiraviva.blogspot.com/ encontras o meu mano veterinário... escultor (que também desenha...) :)