quarta-feira, março 12, 2008

Outro olhar sobre a tarde de ontem...

O João Torres, da ESE de Setúbal, esteve presente na sessão sobre o Scratch dinamizada essencialmente por alguns dos meus alunos.
No seu blogue deixou o olhar de quem veio de fora aninhar-se na nossa surpresa.
Também deixou testemunho AQUI (obrigada pela divulgação!)

Hoje perguntei aos alunos como foi a experiência. Alguns dos mais pequenos confessaram que a princípio estavam um bocadinho nervosos, mas depois os professores começaram a fazer perguntas e eles ficaram mais à vontade e começaram a responder e a explicar tudo. Querem repetir...
Gravei algumas entrevistas informais e, novamente a surpresa:

A Sara (6º) acha que os professores não deviam ter apenas uma sessão. Devia ser pelo menos uma por mês! E acha que podíamos fazer o mesmo para alunos...
A Inês contou que deixou a "sua aluna professora" cometer erros para ela depois perceber melhor o que não tinha corrido bem e corrigir.

Sei de professores que virão visitá-los no Scratch time para tirar dúvidas e a professora Coordenadora das Bibliotecas de 1º Ciclo do Agrupamento prometeu voltar, pois quer desmultiplicar a utilização da ferramenta junto dos alunos do primeiro ciclo. Conseguem imaginar o meu sorriso?
Isto é que é tempinho bem gasto...

Ninguém os pára...
E não é que a ideia da Sara me fez pensar? Tenho de arranjar um tempinho para pôr em prática a valiosa sugestão... Era mesmo interessante fazer uma sessão para alunos interessados (sugeri que convidassem amigos... disseram logo que arranjavam público!) Ui! O que me espera?

Deixo aqui um pedacinho da entrevista (tive de captar com o camtasia o vídeo no écran, pois a certa altura a face de uma delas ficou visível - a qualidade do som não é grande coisa, mas fica o registo...). Estou a preparar outros excertos. Estamos na rua, dia de campeonato de futebol (som de fundo a condizer), resolvemos aproveitar o tempo, enquanto a restante turma fazia claque pelos rapazes da nossa equipa que chegaram à final e tinham a dura missão de jogar com uma turma de 9º ano: uns heróis, estes miúdos de 6º! Ganharam um honroso segundo lugar... e só perderam por um golo com os mais crescidos! Boa TurBêturma!



ADENDA (vídeos - excertos de entrevista informal):

Alunas falam da experiência de ensinar Scratch a profs.1
Alunas falam da experiência de ensinar Scratch a profs.2
Alunas falam da experiência de ensinar Scratch a profs.3
Alunas falam da experiência de ensinar Scratch a profs.4
Alunas falam da experiência de ensinar Scratch a profs.5

4 comentários:

IC disse...

Retirei do post de João Torres pois eu não conseguiria dizer melhor, mas sei que é verdade - É impressionante o que nos podem ensinar e o que podem aprender se acreditarmos neles como a 3za acredita!

3za disse...

:)
Acreditar... palavra-chave

Eduardo Martinho disse...

Teresinha
Têm sido muitos os momentos de pura alegria que nos tens dado ao longo dos anos, mas este cala fundo, fundo. Conseguir uma "aula" tão especial (o testemunho do JT diz tudo!) vale mais do que o resultado de qualquer avaliação...
Um beijinho,
dos Pais

3za disse...

Obrigada... :)
Beijinhos