terça-feira, junho 06, 2006

Sorriso

.
Pronto.
Rendo-me a um sorriso antes do dia começar...

(Não, não sofro da doença bipolar...)
Há sempre boas razões para um sorriso. Uma delas está ao meu colo nesta foto. (Tive de colocar link, pois o blogger está com problemas e não me deixa colocar imagens)


Nem penso no milhão de tarefas ali à minha espera. Opto agora, neste arranque de dia, por colocar as coisas noutra perspectiva...

Nestes últimos tempos a dar aulas em salas com mais de 30º, ontem a obrigar os alunos a concentrar-se para uma última ficha de avaliação no meio de um calor insuportável, acabei por lhes dizer docemente e a sorrir: meus queridos. É bom sentir calor. Calor é muito bom. Só não sente calor quem está morto.
Risota.
Oh stora! Do que se foi lembrar!

Pronto. Há dias em que apenas estar vivo e de boa saúde é uma benção para a alma.

O resto há-de resolver-se. (Pergunto-me, que atrevida sou, se nos gabinetes dos que sabem sempre o que é melhor para nós fará tanto calor assim... ou talvez, como dizia este ano um engenheiro da DREL, a propósito do frio nas salas e de outros absurdos: conforto a mais é mau para a aprendizagem... Não fosse triste, até daria vontade de rir. Por outro lado... Será que é por isso tanto disparate que nos chega?)

Always Look on the Bright Side of Life... já o disse uma vez, hoje repito-o e convenço-me que sim.

A aranha está de volta!
(Mas não posso gritar muito alto, que qualquer dia, por conta daquele artigo do ECD que nos impediria de acumular tarefas remuneradas ou não... proibem-me de escrever nesta teia, ou em outro lado qualquer... E lá teria eu de me transformar numa aranha anónima e clandestina...).

16 comentários:

asn disse...

Bom dia
Também tenho sentido esse problema na colocação de imagens. O Blogger deve andar com alguma dificuldade, se calhar falta de espaço para tanta imagem(?!).

Tenho-me socorrido da colocação de algumaas fotografias ou imagens digitalizadas através dum site que em tempos alojei algures e que me dá 800 MB. Às vezes faço o link directamente por html mas é um grande incómodo. Agora que nos estamos a habituar a ter a papinha quase toda feita.
Com uma coisinha fofinha como a foto sugere é impossível não se começar o dia com entusiasmo.

Já vou na segunda geração de "oo papaozinho, oo papaozão...bla bla bla... até que se sente o respirar suave duma criança a dormir ao nosso colo...).

A Vida é maravilhosa e as crianças são imprescindíveis!

3za disse...

Obrigada pela visita!
Esperemos que o problema se resolva... mal habituados. É o que estamos...

Herr Macintosh disse...

conforto a mais é mau para a aprendizagem...
Esta faz-me lembrar uma vez quando estava em Castelo de Vide e resolvi perguntar por que razão é que não havia aquecimento nas salas que eram geladíssimas. A resposta foi que o Ministério da Educação (o tal que tudo sabe...) não considerava a zona como zona de frio. É claro que nunca passaram um inverno lá.

3za disse...

Oh Herr... nem lá, nem na Luisinha, nem aqui...
Os gabinetes são tão confortáveis...

Cátia e Sofia disse...

Professora Teresa, lamento muito não temos mandado desenhos mas não temos tido muito tempo por causa das aulas. Professora quando é que nos vem fazer uma visita?
Estamos ansiosas!
Cátia e Sofia.

3za disse...

Minhas queridas, eu estou como vocês cheia de trabalho! Quanto a visitas... isto está complicado por enquanto, mas um dia, quem sabe eu consigo escapar e fugir até aí! Muitos beijinhos e obrigada pelo vosso carinho!

emn disse...

:)

Anónimo disse...

Querida Aranhuça!
cOMO TENHO SENTIDO A FALTA DOS TEUS LANÇAMENTOS....tá tudo bem contigo e com o Fernando? Espero que sim, apesar destas confusões todas (leia-se ECD...)
Vou-te lendo e saboreando (cada vez menos, porque o tempo escasseia e eu, também, vou ser impedida de acumular...acumular O QUÊ??)ma...o comentário fica no meu coração!!
Bjkas
Ana

Hindy disse...

Grita bem alto! :)
Beijinhos

Tit disse...

Tu não brinques Teresa! Nem fales em blogs muito alto que a Milú pode ouvir !... :P

3za disse...

Acordei com um sorriso, deito-me com outro, à vossa conta...
Enfim... Não quer dizer que nos esqueçamos das urgentes lutas que nos aguardam... mas precisamos de manter o espírito alto para reunir as forças necessárias ao "grito" estruturado e convincente...
Beijinhos.

Aninha! Bom saber de ti... Estive por aí há pouco, mas não me cruzei contigo. Bjokas!

IC disse...

Teresa, respondi-te no meu cantinho, mas aqui vês logo: já deixei de ter problemas com a colocação de imagens, tb já não deves ter.

3za disse...

Acordei sem conseguir novamente... nem à esquerda... tentarei depois... Obrigada Bj

elisabete disse...

E amo e amo e amo, questiono-me cada vez mais, ainda ensinar e aprender sempre? E amo acima do calor infernal, que faz descer a tensão e descontrola, e do frio de rachar, que nos desconcentra dos nossos propósitos, por via da busca contínua de algum calor, puxando e repuxando o casaco que não estica mais e ainda assim esse tem sorte de ter casaco, e dos buracos no chão das salas, que tornam cada aula num teste ao equilíbrio e sorte de prof e aluno que vá ao quadro, e das gretas nas junções dos pavilhões de papelão que dexam ver a claridade, que, afinal, é só sinal de que o céu está azul e temos sorte de viver neste país de quase sempre bom tempo, e do desinteresse e do alheamento e da revolta e do abandono e do insucesso e da lei botada da boca p'ra fora e dos (desco)nexos a torto e a direito e do caos e do surrealismo de tanto que é demais e... e... e... Serei capaz ainda de amar?

Eli Sheba disse...

Olá! O que se passou foi o seguinte: eu costumo chegar aqui ao tempo de teia através do link do meu blog (fica mais a caminho)mas aparecia-me sempre o mesmo post, nada de novo, achei estranhíssimo mas continuei a vir espreitar. Ontem já depois de ter enviado o comentário deu-me uma luz - era boa ideia ir ali ao refresh não?! (dah..)- e fez-se magia, de repente surge-me um mundo de posts por ler (mais de um mês)e eu a sentir-me a pessoa mais estúpida à face da terra :P lá fui dar uma vista de olhos a tudo, não podia resistir e era acima de tudo um dever. Deparo então com uns gatinhos lindos...a encherem o ecrã com aqueles olhos arreguilados e curiosos, fiquei toda babada pois claro não fosse eu apaixonada por "felinos". Hoje já recomposta, e depois de ler a mensagem da minha aranhita preferida, vim explicar o que se passou e o porquê da minha ausência prolongada da teia(sim porque eu sou uma grande lapa) só mesmo estes incidentes me afastam. Mas cá estou eu outra vez rija e fina pronta para o que vier :D
Bjs***(aos gatinhos tbm) ;)

3za disse...

Elisabete (1)... vindo apergunta de quem vem, conhecendo-te eu como te conheço... SIM. COntinuarás a amar vida fora. Tu és uma reserva especial de amor. A maior que conheço!

Elisabete (2)... calculei que fosse isso... Não há problema! Há tempo para te colocares a par das novidades! E, a propósito, não queres um gatinho? Estou aqui aflita sem dono (Até ver) para um gatinho lindo preto e branco (eu já tenho 3... nada a fazer). Acho que vou fazer um post sobre o assunto. Precisava urgentemente de um dono... please... se souberes, quanto antes diz-me! Beijinhos!