terça-feira, junho 20, 2006

Alegrias...

.
Gesto de filha fã: deixo-vos o som de palavras escritas pelo meu Pai (programa da RDP-Antena 1... "A história devida"... os ouvintes enviam textos seus, os melhores são seleccionados e lidos...)

http://195.245.179.232/mp3/wavrss/at1/116413-0606191921.mp3


A festa dos meus meninos ontem... Flores lindas, todos eles.
(A palavra saudade vai escrever-se com sal...)

Dia de hoje: encontro de formação pleno de sentidos. Parar para pensar, reflectir um pouco... Que caminho de auto-avaliação quer a nossa escola fazer? Tornar a escola aprendente é possível? Quem nos pode ajudar? A ideia de um Amigo Crítico no horizonte... http://www.nsdc.org/library/publications/results/res3-04hirs.cfm

(Numa época de correria desenfreada, um dia Perfeito.)

8 comentários:

IC disse...

PARABÉNS pelo trabalho que sei que fizeste com os teus meninos. Para o ano, com outros será :)
Beijinho grande.

Anónimo disse...

Kerida
Ouvi e deliciei-me...um abraço ao teu pai e à tua mãe!e a ti, e a todos vós...Tenho saudades tuas e do teu ânimo...
Beijinhos grandes
Ana C.

3za disse...

Obrigada IC... as saudades apertam... mas é como dizes... assim tem de ser...
Ana, deixa chegar o Julho, quem sabe matamos saudades...
Bjinhos!

Cecilia disse...

Olá profesora.
A festa de Terça feira foi o máximo.
Gostei muito dessa festa.
Beijocas,
Cecilia

3za disse...

Foi não foi! Gostei tanto...
Beijinhos

Prof. Teresa disse...

Adorei a frase "A palavra saudade vai escrever-se com sal..."

Parabéns pelo trabalho com so teus meninos! São uns sortudos por te terem... eu também, aliás, por te conhecer assim.

No nosso projecto de avaliação interna... já temos um Amigo Crítico.... e a figura parece-me fundamental. E é claro que uma escola, tal como um professor, também pode tornar-se aprendente.... ou melhor tem de ser mesmo para evoluir consciente das suas práticas e melhorando sempre.


Beijos.

3za disse...

Eu é que agradeço as tuas palavras... E achei o máximo vocês já estarem tão à frente. É precisamnete o que queremos fazer... Quem é o vosso amigo crítico? Bjs

asn disse...

Gostei imenso da históriadevida do pai Martinho, físico investigador. Desde muito novo, pelos vistos.
Simpesmente fabulosa.
Imagino as saudades da despedida com os alunos...
Os ciclos a renovarem-se!
Todos os anos, até Deus querer.