sexta-feira, fevereiro 24, 2006

O Voo do Pedro. Um Exemplo.

.
O Pedro é um ex-aluno da Escola EB 2,3 de Azeitão. Tem 21 anos. Está a estudar Gestão de Sistemas de Informação, na Escola Superior de Ciências Empresariais, em Setúbal.
Não o conhecia, mas ontem delegado e subdelegada de turma estiveram num encontro com ele e regressaram comovidos com a sua enorme força de viver, o seu exemplo, a sua coragem. Falaram-me dele. A Mónica chorou enquanto recordava as suas palavras. Oh professora, desculpe eu estar assim, eu não estou triste, é assim, nem consigo explicar, a força dele, o que ele nos disse...
Expliquei-lhe que ninguém deve pedir desculpa por ter o coração no sítio certo logo aos 11 anos (muito antes disso?). Comoveu-nos enquanto falava.
Estava agendada hoje uma aula de Formação Cívica em que passariam o testemunho recebido para a turma...

À tarde conheci o Pedro. Apresentei-me. Expliquei-lhe o efeito que havia causado neles, a vontade que tinham de o conhecer. Ofereceu-se para vir hoje à minha aula de Formação Cívica. E veio. (Acabou por ficar para outras aulas... todos o conhecem e se lembram dele. Continua a fazer parte da escola.)

A surpresa da turma, a alegria, a conversa, as lágrimas de muitos, as perguntas... muitas perguntas...
Se tivesses à tua frente a lâmpada mágica do Aladino para pedir um desejo, o que pedirias?
Nada. Tenho tudo o que preciso.
Eu? Senti-me pequenina. Tão pequenina.

Até aos 8 anos o Pedro contou-nos que não conheceu o prazer de andar. Depois a cadeira de rodas. O primeiro salto e uma vontade de voar mais alto. Muitas operações. Família, médico, apoios fundamentais e uma enorme força de vontade. Há três meses deixou a cadeira por completo e desloca-se com o auxílio de duas canadianas. Diz que agora é como se voasse. Para conhecerem melhor a sua história, os seus desejos, os seus sonhos, vão até:
http://pedrocd.no.sapo.pt/

Desde há alguns anos que o Pedro, no seu tempo livre, se dedica à causa de partilhar a sua força com os outros. Aguarda uma oportunidade de provar que pode o que todos nós podemos (senti que todos podemos muito menos do que ele, mas enfim...)

Portanto, uma Aula que se entranhou na memória de todos nós e de lá não vai sair nunca. Uma Paz feita do primeiro desconforto causado pela batalha interior que nos acordou para as nossas próprias limitações. Aquelas que o Pedro nunca teve, nem terá nunca.

A melhor aula de Formação Cívica. (Falo como aluna).
Lição inesquecível sobre sonhos tornados realidade pela nossa mão.
Ele diz que é possível. Pede-nos que sejamos felizes. Muito felizes.

Obrigada Pedro. Professor Pedro.
Procuraremos ser bons alunos.


Gonepteryx Cleopatra em voo

5 comentários:

Tit disse...

"Nada. Tenho tudo o que preciso"... que dizer mais?...
Continuar sempre a luta de ir mais longe... e acreditar sempre... não é este o segredo?
Ah, e saber encontrar a felicidade no que nos acontece e não no que nos poderia ter acontecido...
Um grande beijinho 3za, e obrigada pela partilha.

elisabete disse...

Obrigada, Pedro! Obrigada 3za! Não consigo escrever mais nada. Só sinto, tanto!

Monica (Aluna) disse...

O Pedro é um exemplo para todos nós que com muito esforço, e muita força de vontade, conseguimos tudo o que queremos. Adorei conhecer-te Pedro!

Beijocas,

Monica

Anónimo disse...

Realmente Pedro tu consegues surpreender tudo e todos e vais conseguir muito mais.

Beijinhos da tua tia Ivone Dias

3za disse...

.