sábado, novembro 03, 2007

Gente da minha (nossa) terra...

Depois de um dia denso de trabalho, adormecer embalada neste fado nosso...
Orgulho de fazer parte da gente desta minha terra.
De usar as mãos de professora para ajudar a contruir o futuro.
De usar a voz para defender o futuro de quem por descuido e ignorância o pode comprometer.

Comoção, sim, às vezes um cansaço, uma tristeza.
Calar, desistir, não.

2 comentários:

Isabel Fonseca disse...

Humm... arrepiada, é assim que eu fico sempre que ouço esta música!

(Ps: Ora essa, eu é que agradeço as suas palavras!) :)

3za disse...

:)