sexta-feira, junho 06, 2008

Um zoo especial...


.... é o Zoo dela, da Isabel, que trabalha como voluntária no Zoo de Lisboa e tem a paixão da fotografia..

Chama-se O meu Zoo e vale a pena visitar...

3 comentários:

Luis disse...

Olá, hoje tenho aqui um artigo muito giro do jornal público que vou transcrever um parágrafo. É do Professor de Fisica, Carlos Fiolhais de Coimbra, é muito conhecido por alguns livros de divulgação de matemática.

PENSAR COM OS PÉS
" Não estou a ser um velho do Restelo.Por uma razão muito simples: um campeonato europeu de futebol não é propriamente a descoberta do caminho marítimo para a Índia. Nem sequer é o caminho para sair da crise. Ficarei feliz se ganharmos os jogos até à final e também esta. Mas há desafios bem mais importantes para nós. SOMOS BONS COM OS PÉS, MAS NÃO O SOMOS SUFICIENTEMENTE COM A CABEÇA. POR QUE É QUE NÃO FAZEMOS O MESMO ESFORÇO PARA ENTRAR NO TOP TEN DA EDUCAÇÃO QUE FAZEMOS NO FUTEBOL? ENTRAR NO TOP TEN DOS RANKINGS PISA, ISSO SIM, É QUE SERIA UMA PROESA DE QUE NOS PODERIAMOS ORGULHAR, a nós que estamos em literacia científica num modesto 27º lugar entre os países da OCDE. Porque é que a GALP, a TMN e Sagres não investem aí os seus chorudos patrocinios? Porque é que só somos bons a pensar com os pés? "

Maria do Carmo Cruz disse...

Alguém dê om olá por mim ao Professor Carlos Fiolhais. É um Rómulo de Carvalho, mas quero que isto seja sentido como o verdadeiro elogio que é. Já o vi a dar aulas de Física. De não termos vontade de sair dali e ficar, ficar, ficar... Nunca o deixo de ler, aí, aqui é difícil, mas foi um bonito presente recebê-lo por interposta pessoa. Obrigada. Avó Pirueta
Teresa do Lindo Nome, acabas por me dar sempre qualquer coisa...

3za disse...

Pois acabo... mesmo que não seja eu a dar (obrigada Luís pela partilha!)... o mais engraçado é que aqui em casa a nossa postura é a mesma... e continuamos a recusar erguer a bandeira na janela (ao contrário de muita gente da nossa rua) enquanto não for por um desígnio nacional "mais elevado"... Nos desculpem os fãs do futebol, selecção e afins... mas estamos cansados do folclore, do tempo de antena, do excesso e do exagero... Desabafos...
Beijinhos!