segunda-feira, junho 02, 2008

Fértil, bom, intenso...

Isto é só um vislumbrezinho (sobretudo para a minha memória futura) da intensidade matemática das nossas últimas aulas com o scratch. Nem todos terão paciência para escutar as minhas princesas e o os meus príncipes, mas eu preciso e vou desenvolvendo competências profissionais, entre as quais se incluem as capacidades de improviso e reacção na hora às situações que vão surgindo. Estou de alma aberta. Não observo nem actuo de mente fechada.

Hoje, novamente de volta das fracções (sem ainda sequer ter conseguido fazer uma sistematização na aula sem computador), deram-se saltos inesperados. A partir da minha sugestão de fatias de pizza a caminhar para dentro da barriga das personagens, foi introduzido em dois grupos o comando "mude o tamanho para x%" (precisavam de reduzir o tamanho das fatias para que coubessem em algumas barriguinhas de diferentes tipos... o que gerou alguma reflexão antecipada sobre a questão da percentagem associada às fracções. Muito ao de leve, mas um início, sim... Nem eu sabia no que isto daria quando tive essa ideia numa aula de animar fatias de pizza...
Continuou também a avançar-se nas questões de leitura e representação e o apetite vai crescendo de tal ordem, a necessidade parece ser já tanta, que antecipo a animação que será a nossa primeira aula mais formal sobre fracções, para a semana.

Fico por aqui.
Tenho questionários urgentes para preparar e pouco tempo para o fazer.
(Acabar de corrigir alguns testes de 6º, também... umas leituras adiadas, por conta de excesso de funções, também me faziam falta agora...)

Alguns conjuntos de vídeos são sequenciais, com alguns minutos de intervalo no real, enquanto eles procuram soluções ou fazem correcções.











2 comentários:

Maria do Carmo Cruz disse...

Com que então aulas à base de fatias de piza? E se calhar perto da hora do almoço? Teresa do Lindo Nome não tardas em calabouço por tortura psicológica... Olha que há falta de material para entretenimento nacional e um dia destes tem uma câmara secreta para provar o que fazes. Bem, conta comigo para testemunha bona fide. E continua assim animada, minha Querida. Assim é que se batem os normalistas (sabes, os tais, os das normas...) Beijo da Carmo

3za disse...

8:15 da manhã... não há perigo de ser acusada de tortura :). Confesso que a pizza não faz os meus amores (não gosto) e que tentei uma tartezinha de espinafres (massinha integral e sem natas... mais um tofu requeijão e tal)... Mas riram e torceram o nariz em jeito de "tarte de espinafres? Só se fores tu a comer..."
Enfim... Pelo menos um grupo trabalhou com uma torta... e vai chegar o dia em que lhes vou propor tabletes de chocolate... :)
Mas que aulas mais matecalóricas! Beijinhos de ananás (para ajudar a digerir isto tudo)