segunda-feira, junho 23, 2008

Intermitências de Verão...

O ano vivido sem condições para desenvolver o trabalho que decidi realizar, por conta de níveis a mais e horário com distribuição irregular por manhãs e tardes, nenhuma falta, total dedicação aos meninos sempre à frente de tudo, impediu-me de ir tratando informação, ler o necessário, arrumar a casa ao longo das recolhas.
Como seria de esperar, agora o volume acumulado é imenso e será preciso toda a concentração possível e ritmo constante para não me perder (também dava jeitinho um "secretário" que me pudesse apoiar naquelas tarefas passíveis de delegação... )

Mesmo trabalhando diariamente (numa altura em que, como devem calcular, as energias não estão propriamente no auge) , não conseguirei até Outubro ter tudo pronto (altura em que deveria entregar a tese - alteraram na Faculdade os prazos iniciais de Janeiro de 2009)
É missão completamente impossível. Será necessário "pagar" pelo menos mais um semestre (na condição de não ter surpresas com o horário lectivo, como aconteceu neste ano).

Tudo para dizer que reduzirei a um mínimo qualquer gesto que me afaste a mente do caminho complexo que se vai seguir (ao qual se juntou agora... imagine-se... a preparação de mais um livrito de devaneios... ainda por cima bilingue, o que me coloca desafios inesperados).
A Teia, neste período louco, estará em segundo plano (como acontecia em Agosto... a diferença é que a intermitência desta vez vai começar mais cedo...)
Virei aqui apenas quando e se algo o justificar.
Razão simples: este recanto alimenta-se muito da vivência educativa, entretecida com outras coisas que se vão atravessando no caminho. E os meus meninos partiram por um tempo... e eu estou a precisar de algum silêncio e nenhuma distracção... já que os dias serão ocupados com leitura, análise de dados, escrita... (ainda em simultaneo com as reuniões, relatórios e todas as resmas de burocracias de encerramento deste e preparação do próximo ano lectivo).
E de 19 a 23 NY e 24 a 27 Boston - Conferência Scratch (MIT-EUA) que bem podia ser aqui ao lado... porque nem sei como me deixei convencer... tal o pouco gosto por viajar... (já pedi, não riam... that's me!)
Muita coisa para ocupar a minha cabeça, que é pequenita, proporcional ao metro e sessenta e dois...

Enfim, só para os Amigos saberem que está tudo bem e que as ausências e intermitências significarão somente que a minha atenção, agora, terá de estar bem focada noutras paragens...

5 comentários:

Os cabaninhas disse...

Vai fazer-me falta entrar na teia e não te encontrar lá mas tá bem entendo as urgências que andam por aí, no entanto não deixes de pelo menos dizer um olá, cá estou eu...não, não o da publicidade é mesmo tu, Teresa. Bom trabalho, boa viagem e boas férias...
Beijinhos. Fátima

IC disse...

Entras em intermitência precisamente no dia em que venho dizer-te... olá! ;)
Não quero distrair-te, por isso digo só olá - já sabes que quer dizer que a minha intermitência terminou, mais depressa do que esperava, portanto, com tudo bem.
Bom trabalho, Teresa!
Muitos beijinhos

3za disse...

:)
Dizer intermitência realmente não vai significar ausência... é apenas impor-me a leveza de só escrever se... nunca sei no que dão estas intenções... :)
É que a teia é o meu vício maís instalado...
Ainda assim...
Veremos...
E IC, é tão bom saber que já está tudo bem!
Muitos beijinhos às duas.

Luis disse...

"Boas Férias" (c/ muito trabalho),
Envio-te uma frase que a Maria de Lurdes Pintassilgo usou para terminar um discurso na Assembleia-geral das Nações Unidas em Nova York , em 1979.
" Minha Aldeia é Todo o Mundo: - todo o mundo me pertence, aqui me encontro e confundo, com gente de todo o mundo, que a todo o mundo pertenço"

3za disse...

:) Obrigada...