domingo, março 05, 2006

Mr. Grumpledump's Song



Everything's wrong,
Days are too long,
Sunshine's too hot,
Wind is too strong.
Clouds are too fluffy,
Grass is too green,
Ground is too dusty,
Sheets are too clean.
Stars are too twinkly,
Moon is too high,
Water's too drippy,
Sand is too dry.
Rocks are too heavy,
Feathers too light,
Kids are too noisy,
Shoes are too tight.
Folks are too happy,
Singin' their songs.
Why can't they see it?
Everything's wrong!


Shel Silverstein
Where the Sidewalk Ends

Ver aqui


Porquê?

Saudade.
(Há uma semana o Cara-Metade partiu para os Andes...)


Apenas isso?

Confesso que não.
(Ando em perseguição duma Escola que brinca às escondidas comigo sem se deixar encontrar. O jogo assim não tem tanta graça... Ao Domingo gostamos de brincadeiras que sejam levadas a sério.)


Portanto, hoje, apeteceu-me resmungar, rabujar, queixar-me, mostrar descontentamento...
E como não sei muito bem como isso se faz, pedi ajuda ao Shel (e ao dicionário de inglês-português).

Grumpledump: palavra inexistente (a liberdade da poesia...).

grumpy=grumpish: mal-disposto, mal-humorado, resmungador, insatisfeito, descontente
grumpiness: rabujice, má disposição, mau humor, aspereza
grumpily: com rabujice, de mau humor, resmungando
grumbling: resmungão, rabugento, descontente
grumbler: resmungador, pessoa resmungona, indivíduo que acha defeitos nas coisas, que não está satisfeito
grumble: queixar-se, resmungar com mau modo, mostrar descontentamento, murmurar, dizer mal de, roncar, resmungadela, resmunguice queixa resmungada, murmúrio de descontentamento, mau humor.

(Quanto a dump, dumper, dumpiness, dumpish, dumpishly, dumpishness, dumps e dumpy... Vão lá vocês ver o que é, caso não seja imediata a intenção do poeta e a minha ao copiar-lhe as palavras.)



Não satisfeita, ainda tive a paciência de "inventar" (desenhar) um "desmiley" que substitui tudo o que atrás se escreve, por não ter encontrado nada à altura do sentimento.

Bem podia ter começado por aqui...

(Já sei que esta grumpiness não vai durar muito... Deve ser de uma letrinha de sono ainda mal apagada...)


4 comentários:

Tit disse...

Nem sempre se consegue estar com o mesmo optimismo em relação às coisas da Educação, em particular quando sentimos tão perto pequenos episódios (vou tentar entendê-los assim) vazios de educação... (sejam eles do quotidiano de uma escola sejam do quotidiano dos gabinetes ministeriais).
Esses episódios incoerentes com o seu contexto estão tão presentes por aí, noutros contextos diferentes do da escola/educação... Na escola damos mais por eles e custam mais a engolir, porque nos dizem mais; porque se ligam directamente com o nosso sentir diário, com o pulsar do nosso sonho de ser professor e de dar o melhor aos alunos, para que posam crescer em harmonia, segurança, responsabilidade e exigência... para que possa crescer o seu pequeno/grande EU...
Sei que rapidamente te sentirás mais "encantada".
É um sonho que custa, ser Professor. Custa muito. Mas temos tanto a receber em troca... (embora sinta, e tu certamente também, que podíamos dar mais... se nos deixassem...)

Bom Domingo 3za. Bjnho.

3za disse...

É bem verdade... Já me animaste. Queres ver? É já a seguir...
Obrigada e beijinhos. Um Bom Domingo para ti também!

emn disse...

:)

3za disse...

:) para ti também!