quarta-feira, março 22, 2006

Dia (em) cheio...

.


Aulas, três reuniões...
...e uma comemoração especial: 25 de amor (e 21 de troca de "sins").
O tempo de teia hoje acaba aqui. Até amanhã!
.


14 comentários:

Anónimo disse...

Olá stora.
O seu blog está o máximo.
Muitos parabêns.

Cecilia
beijocas:)

Vasco Alface disse...

Prof. finalmente consegui alterar a data do meu blog

3za disse...

Obrigada pelo teu elogia Cecília! Fico contente por gostares.
E, Vasco, entre as dicas que te deixei ontem no teu blogue e a explicação rápida em AP, foste um craque em conseguir resolver o problema sem precisares de mais ajuda! Parabéns!
Beijinhos aos dois e até amanhã nas aulas!

IC disse...

Feliz comemoração, hoje e em cada dia, sempre :)

3za disse...

Fazemos por isso... sobretudo nos outros dias :) ... por isso estes, embora assinalados, não têm nunca a maior relevância... A prenda? Sempre um pouco fora do vulgar... comprámos no Domingo uma videira muito antiga (que parece uma árvore mágica retorcida) para o nosso jardim... Parece que vamos ter uva moscatel este Verão. (Hei-de fotografar esta escultura...). Anéis... só mesmo os das árvores...

Teresa Lopes disse...

Soneto da Fidelidade

De tudo, ao meu amor serei atento
antes e com tal zelo e sempre e tanto
que mesmo em face do maior encanto
dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
e em seu louvor hei de espalhar meu canto
e rir meu riso e derramar meu pranto
ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procure
quem sabe a morte, angústia de quem vive
quem sabe a solidão, fim de quem ama,

eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
mas que seja infinito enquanto dure.

Vinícius de Moraes

Tit disse...

Ok - eu cm tou um bcdnho lerda, só agora, depois dos comentários é que percebi...
Bjnho aos dois :)

3za disse...

Lindo Teresa! Já tinha saudades de ouvir este diamante... Obrigada!
E Obrigada Tit pelos beijinhos.

elisabete disse...

Que engraçado como, mais uma vez, sempre, as teias se tecem e ligam, sem nós sabermos ainda que se vão tecer e ligar. Desta vez foi aquele meu post de não pode adiar... Se calhar, estes meus feelings adivinharam mesmo o vosso aniversário tão especial e acabaram levando-me a publicar aquele poema, de que tanto gosto, do Ramos Rosa pela vossa razão também. Fico mais feliz assim, porque ele foi um presentinho para vocês também. Parabéns a ambos, queridos TT e F, e uma vida infinita, como sei que só pode ter o vosso amor! Mil bjs.

3za disse...

Obrigada Elis... confesso que adorei encontrar o poema... publicado exactamente a 22... são aquelas coisas do destino sem explicação que não seja a de que entre os que se querem bem as revelações não precisam de palavras...
Beijinhos

Eli Sheba disse...

Parabéns! É sempre um dia a recordar e a celebrar o que os une.
Bjs*

3za disse...

Obrigada Elisabete! Beijinhos!

pi disse...

Um beijo enorme pela data. As bodas de prata do amor é coisa para comemorar à séria!
Mais e mais beijos da Teresa e do André

3za disse...

Obrigada Pi e André! Vão-se preparando! Num instantinho serão vocês... o tempo passa tão depressa...