sábado, março 01, 2008

Sala 16... deu-me assim de repente uma saudade...

... e fui até lá:
www.sala16.blogspot.com

E foi tão bom, tão bom, encontrar uma entrada de 24 de Fevereiro (a última datava de Outubro de 2007)

Para quem não sabe, o blogue Sala 16
(que agora evoluiu no seu visual e trouxe para a frente a designação que na altura demos à turma: A-team... já repararam que isto de arranjar nome para as turmas é uma mania que me persegue... TurBêturma, GTurma... acho tão importante definirmos juntos uma identidade, um sentimento de pertença, uma comunidade de aprendizagem e afecto... claro que quem tem o azar de ter mais de 3/4 turmas...)
foi o primeiro blogue que criei com uma turma - que era a minha DT. Foi criado em Janeiro, no ano lectivo de 2005/2006 (depois de terem feito recentemente a actualização do blogue para o novo formato, não se consegue ter acesso às cerca de duas/três primeiras entradas a partir da página inicial).
No final desse ano lectivo, na festa final de despedida, entreguei-lhes a chave deste espaço e desafiei-os a continuar. A tomar conta autonomamente do que criámos juntos... E chorámos, claro. Foi bonito e especial esse ritual de crescimento, esse cortar do cordão umbilical..

O blogue continuou... Em 2006/2007 (frequentando o 7º ano), em 2007/2008 (frequentando o 8º ano)... aguardarei o próximo ano lectivo... (só tenho é de ir lá ralhar um bocadinho e sugerir a correcção de alguns erritos que ainda vou encontrando! Ai meninos, se eu tivesse mais tempo, não me escapavam!)

É algo que me enche de alegria... saber que é possível prolongar no tempo as experiências, deixar no campo sementes fortes que dão fruto. Foi por isso que quis ser professora. Luto nestes tempos presentes para poder continuar a sê-lo, como acho que deve ser um professor, especialmente no século XXI com as tecnologias à nossa disposição para estender a aprendizagem e os afectos no tempo e no espaço.

Estava eu a dizer que depois de me dar a saudade, fui até lá.
E semeei isto, comovida:

3za disse... Já vos disse hoje que gosto muito muito muito de vocês e tenho imensas saudades? Não?Então digo já: GOSTO MUITO MUITO MUITO DE VOCÊS E TENHO IMENSAS SAUDADES!Por enquanto ainda vou tendo o prazer de vos encontrar pela escola. Depois... depois... se a sala 16 continuar, é aqui que virei matar as saudades.

E vou lá voltar para lhes dizer que a teia relembrou hoje tempos passados. É sempre deles, alunos, que vem a maior recompensa para todo o cansaço, todas as horas investidas. É por eles que continuarei a lutar por uma educação mais completa feita com cuidado e tempo, que produza um sucesso de qualidade, real, persistente. Forneça realmente ferramentas para a aprendizagem por toda a vida.
Isso não se faz a correr nos intervalos de reuniões e preenchimento de papéis. Isso é a essência do nosso ofício.
(Algo tão simples e tão esquecido por tantos...)



7 comentários:

Anónimo disse...

Dá para adivinhar o sorriso e a emoção da Teresa ...E eu também já vou conhecendo esses meninos.
Hoje, na revista "Perspectiva", um artigo de Paulo Proença Moura retrata a vida de muitos de nós. Era bom divulgá-lo.
Bom fim de semana (seja lá isso o que for, para a maioria dos professores).
Filomena

Vasco 8A disse...

Obrigado professora por tudo.
Nós ainda nao a esquecemos e temos muitas saudades também!

parabens pelo blog e continue em frente

bjs

3za disse...

... Filomena, envia o link! OU digitalização para teresamar@mail.com! Obrigada pela dica.

Vasco... a alegria que me dá ouvir-te aqui... Na escola é uma correria tão grande... tenho pena de não ter mais tempo para estar convosco. Tão bom saber que ainda se lembram... Beijinhos grandes!

3za disse...

filomena... não é mail... é gmail... :)

TA-SE(xto) disse...

É sempre bom recordar!
Recordar os bichos papões da Matemática umas vezes parecem desaparecer e outras parecer voltar e ser ainda maiores; é bom recordar os fantasmas no armário que quando aberto estava vazio (pudera os fantasmas não se veêm); é bom recordar os sermões que nos fizeram pensar, as dicussões que acabaram por se tornar mais simples e divertidas recordações...
Obrigada por tudo! Obrigada pelo esforço, pela dedicação, pelo carinho, pelo apoio!... Porque às vezes os professores são mais do que preofessores: tornam-se nossos amigos, nossos parceiros para toda a vida! Mesmo que, inevitavelmente, algum dia estivermos longe vamos estar perto, porque há professores que nunca desaparecem!
Mil beijinhos e até a amanhã (mesmo que não a veja...)!!
Mónica, 8ºA.

3za disse...

Tinha muitas saudades de ti por aqui... Era assim uma coisa a que me fui habituando com carinho. Eu sei que deixei um bocadinho de mim em vocês... e isso dá-me uma alegria imensa, podem crer. E sei, tal como dizes, que se te disser até amanhã, encontrar-te-ei, mesmo que não te veja. Não me esqueço de nenhum momento! Foram e são especiais para mim. Muitos beijinhos e obrigada pela visita!

Margarida 8ºA disse...

Professora, também estamos cheios de saudades suas.
E claro, obrigado por tudo o que fez por nós, ficará sempre guardado nos nossos corações!
beijinhos muito grandes

Margarida