sexta-feira, julho 21, 2006

Não desfazendo...

Manhã na escola (ai tantas novidades... um dia destes conto o desafio que me aguarda... mal não saio de uma, já mergulho noutra... sem emenda possível...)

Tarde inteira em limpezas, arrumações... cozinha... fazer coisas... tantas...

Só me ocorrem as palavras do M.A. Pina naquele meu livrinho de culto (dele) a que regresso sempre e sempre (O pássaro na cabeça) e que vou oferecer este fim de semana a alguém muito especial (amanhã saberão):

Não desfazendo

Nada do que existe
nos cai do céu na cabeça.
Nem a chuva, embora pareça:
até ela estava cá em baixo a existir
antes de ser chuva e cair!

Mais ou menos perfeito ou imperfeito,
tudo o que existe foi feito
e, antes de ser feito, desfeito.

Com água, luz e vento
a Terra se foi fazendo;
o distante Sol está ardendo
há milhões de anos e morrendo.
O lavrador deitou à terra a semente
o operário fez a enxada e a charrua
o cantor canta no palco, o actor actua,
o inventor inventa o inexistente.

Foi feita acama,
feito o pijama,
com fogo e esforço
se fez o almoço.
Quem faz agora este alvoroço
toda a tarde a brincar e acorrer
enchendo de alegria a casa inteira?
Oh, que é feito do tempo da brincadeira
em que não havia nada que fazer?
.
http://tempodeteia.blogspot.com/2006/06/um-pssaro-que-regressou.html

(Aproveita bem Guilherme... passa tão depressa!)


P.S. A Luna já tem um lar!! A Teresa encontrou alguém que morava perto e queria uma gatinha bebé. Ficámos contentes!

2 comentários:

Tit disse...

O tempo da brincadeira... talvez um pouco o tempo que hoje utilizamos por aqui ;)

3za disse...

Acho que tens toda a razão...
beijinhos!