sexta-feira, julho 14, 2006

quarenta graus?


Não parece pois não?

Mas é verdade. Claro que dentro de casa menos... mas ainda assim, muito calor.

A Pantera vive para um mimo, um colo, uma festa, companhia. Não se afasta um minuto. Está feliz, adaptada e nós já não passamos sem ela (colo com esta temperatura... só mesmo para ela se sentir bem...).

Em contrapartida, como se pode ver, está bastante alheada das notícias dos jornais e das televisões em torno dos exames e dos seus resultados.

E eu às vezes invejo esta forma de viver sem pensar nas coisas... (em que Alberto Caeiro era mestre...)

Por outro lado, este calor todo convida a parar e a sentir em vez de pensar. Parece-me ser uma boa desculpa para fingir não estar cá. Para não dizer nada de importante.

(Mundo, desculpa o meu alheamento, hoje vou fazer exactamente como a Pantera... a culpa é do calor, não minha...)

7 comentários:

maria disse...

Os meus gatos estão na mesma : imóveis quase as 24 horas, completamente esticados, indiferentes. Por vezes levatam-se e regressam logo à mesma posição.Eu vou fazendo mais ou menos o mesmo.

3za disse...

pois... espertos! Preocupações deviam ser proibidas apartir dos 35 graus... :)

Rosa dos Ventos disse...

QUE SORTE TER UM COLO PARA DORMIR E NÃO PENSAR!
A minha "Velhota" para meu alívio está a dormir no sofá!

Miguel Sousa disse...

as minhas gatas vivem momentos de algum alvoroso devido à Kuana a minha pastora alemã de 5 meses que adora brincar com elas..elas é que não gostam..

3za disse...

a minha pantera é que faz stress aos outros, pois enerva-se com facilidade... Era pantera por causa da cor... mas agora mostra-se uma verdadeira pantera a afastar os concorrentes...

rita disse...

professora adorei a ideia de pôr um teia no fundo é engraçado e tem muito a ver com o titulo do seu blog!
bjs

3za disse...

ainda bem que gostaste!
beijinhos!