sexta-feira, maio 04, 2007

Do caminho...

Fazemos o esforço. Fazemos o caminho.
Constatado o óbvio (seria incomportável transportar para a aula às costas, um computador, a caixa do e-beam interact, o projector de vídeo.... gastar tempo excessivo na montagem... depois desmontar tudo e regressar para que outro repetisse os gestos...) lá propusemos (nós, Departamento de Matemática e Informática) que se montasse o projector numa sala para a transformar numa espécie de sala específica de matemática... depois mudar horários para que todas as turmas a ocupem durante um bloco.
Feito. Quase operacional (ainda falta mudar a fechadura e ter o interact montado todo o dia... talvez um computador, porque nem todos possuem portátil... enfim...).
Transformar as reuniões de Departamento em oficina de formação informal, de partilha de experiências. Sim. Também estamos a conseguir. Aos poucos, sem tempo (que a componente individual não chega para nada de essencial) fazemos o caminho que podemos... fazemos mais do que podemos. Por eles.

E quem caminha até nós do outro lado?

Às vezes a sensação de que a vida de professor é assim um caminhar solitário na esperança de ver uma mão qualquer estendida do outro lado a puxar, a ajudar. Mas... apenas a sensação de ser empurrado. Querer avançar e ser empurrado, impedido, travado.

E, sim, mais uns carros riscados esta semana, e um aluno cuja proposta de mudança de estabelecimento de ensino havia sido deferida por questões disciplinares...(nunca em 20 anos vi um caso assim, tudo foi tentado até ao limite) regressa em apoteose, depois de quem de direito ter revogado a sua própria decisão inicial, devolvendo o aluno à escola num gesto que reforça a impunidade de todos os actos já praticados...
Se vos disser que a situação piorou exponencialmente depois da desautorização da decisão da escola, não ficam surpreendidos, pois não?
E se vos disser que a indisciplina galopa num meio onde até há pouco tempo as situações eram excepção, também não se surpreendem...
Pois.

Mas nós não baixamos os braços.
Porque muito depois deles partirem... dos seus erros graves e dos resultados nunca avaliados... nós aqui continuaremos, como sempre. Lutando por mais luz. Na esperança da mão ao nosso encontro.

A prova é o que se consegue fazer, por tudo o que ainda não é possível resolver.
E demoro-me agora apenas nas imagens desse possível que alimenta a nossa alma, porque não me apetece chorar e é na força do sorriso que está a minha arma para combater os monstros.

Hoje a aula de matemática assim... caminho novo... experimentando o projector já fixo no tecto e testando a calibração. Tudo a funcionar.
Alunos entusiasmados (até lemos problemas em língua inglesa e decifrámos os conceitos...area... perimeter... multiples)


Oh professora, qual é o site para em casa podermos também jogar e estudar? Isto é giro! Até se aprende inglês!

É www.mathplayground.com ...









4 comentários:

IC disse...

3za, cá na minha humilde opinião este teu post é notável (aliás, isso os teus posts são sempre, mas este contém dois temas que acho muito importantes: a dinamização do departamento de Matemática, e a questão da desautorização das escolas quanto aos problemas de comportamento de alunos)
Às vezes penso que um post devia ficar no topo mais tempo, quase que sugeria que se lhe fosse alterando a data ou então ir terminando os novos posts com um título linkado para ele, mas reconheço que é uma ideia disparatada :)

(Eu afinal vinha só retribuir-te os beijinhos pois agora é que estou em pausa a sério he he he)

Prof. Teresa disse...

ai Teresinha... obrigado pela mensagem de esperança... preciso dela agora e principalmente quando voltar em Setembro e quiser que algumas coisas mudem. Estou muito longe do que já conseguiste na tua escola. Quanto ao que se passa com alguns meninos... é triste. Beijinhos.

3za disse...

Beijinhos às duas... ESperança, sim Teresinha... há que (man)tê-la. E IC.... um smile grande pelas tuas palavras que me fazem bem. Aliás... agarramos-nos ao que nos faz bem para ter força suficiente para combater o que nos faz mal...
Percebo o que dizes... há posts que nos saem mais das entranhas... deveriam ficar suspensos acima do tempo um pouco mais... de tempo :).....

A-Tem/Mónica disse...

Olá Professora!
Esta é a primeira vez que vejo o novo "quadro electrónico" da escola porque ainda não o testámos lá na turma...
A escola, as aulas... Tem corrido bem (para alguns)... É dificel tentar ajudar quem tão pouco se importa com o facto que ficar para trás ou não... No entanto o espirito unido do 7ºA e todos os momentos bons que passamos na Sala 16, onde pela primeira nos checemos, não foram esquecidos! Há dias atrás aproveitámos uma aula de substituição para falar do nosso "cantinho especial" e abordamos um assunto em especial: "Será que deviamos renovar o nosso blog? Nome novo; template novo; assuntos novos?...". "Eu acho que não!"; "Concordo!"; "Sim, tivemos muito trabalho em construi-lo!"; "E já faz parte de nós!".
Estas foram as opiniões dadas por todos! Já passaram meses mas ninguém esqueceu o entusiasmo, o esforço, trabalho e união que foram precisos para fazer daquele um blog visitado por muitos curiosos e amigos! Ninguém esqueceu que também foi ele que nos ajudou a unir! É bom recordar momentos destes...
Muitos beijinhos de todo o A-Team!
Mónica

P.S:. Quinta-Feira a Alexandra faz "aninhos" e nós vamos fazer-lhe uma festa surpresa em A.P.!