sexta-feira, janeiro 20, 2006

Na moda
























Confesso que comecei por copiar o NCTM, que na sua

Loja

tem "produtos" de propaganda... à Matemática! (Estes americanos...)

Como muitas das resistências à disciplina são de natureza psicológica, psiquiátrica (nos casos mais graves), sentencial, genética, irracional, ancestral, vísceral ... (continuem vocês...) , achei que era engraçado, um dia destes, colocar uma t-shirt 100% matemática, usar uns post-its I love math, uns blocos a condizer Do Math, and you can do anything... (Só não o fiz ainda, porque a encomenda feita à NCTM se atrasou.)

Mesmo assim, começou a germinar em mim o rebento de uma ideia que partilhei com os alunos (tenho dificuldade em me manter calada...). (Em simultâneo, acreditem, também germino rebentos de alfafa num germinador pequeno que me foi oferecido e depois como-os. As ideias empilho-as e vou dando despacho.)

Entusiasmo geral! Querem organizar uma campanha de marketing a favor da Matemática... querem, porque querem, fazer T-shirts com frases apelativas. Tudo isto em Área de Projecto, claro.

Para além das ideias copiadas da NCTM: Math multiply your options, I love Math, Do Math and you can do anything, Math, your key to the future, já estou aqui a congeminar outras parecidas e vou desafiá-los a fazer o mesmo. Sinto-me um pouco como se estivesse a temperar a Matemática com morangos e açúcar, pondo-a na moda de forma algo fútil e banal.

Mas... depois de um primeiro peso na consciência, por causa da sobremesa escolhida, afastei o pesadelo da culpa! Pelo menos para estas crianças pode ser que fique uma recordação engraçada. Se, por um milagre, cada um tiver 4 filhos... sempre serão uns quantos a escapar-se à fúnebra frase: oh filho, deixa lá, os pais também não gostavam de matemática...

Quem sabe lhes dirão, em vez disso: oh filho, vais ver que a Matemática é divertida e faz falta! Mais divertida do que uma coisa que tenho ideia que passava na televisão nessa altura e de que não lembro o nome, porque andávamos entretidos com os números lá na escola...

(Always look at the bright side of life... sem esquecer os assobios que acompanham a melodia.)

7 comentários:

Miguel Pinto disse...

Bom fim-de-semana, Teresa.

E por falar em Matemática, li uma notícia interessante no Público: "Os conceitos geométricos básicos são inatos nos seres humanos, independentemente da língua ou da formação escolar, defendem os investigadores da Universidade de Harvard e do College de France, num artigo publicado hoje na revista "Science".

http://www.publico.clix.pt/shownews.asp?id=1245344&idCanal=0

IC disse...

O Miguel anda a discriminar-me ou sabe que eu venho cá e também vejo a notícia interessante? :)

Vim também desejar-te bom fim de semana, Teresa.

Tit disse...

Não posso deixar de referir uma curiosidade. Esta noite, antes de aqui vir à teia, estive a ver um filme cuja música final era exactamente aquela cujo refrão é "Always look at the bright side of life..." - com os assobios e tudo!...

Qual será a probabilidade de isto acontecer?!... eheheh

Bom fim de semana

AnaCristina disse...

Belo cantinho este...
Vim cá ter atravésdas Memórias da Isabel.

Quem sabe se não é esse marketing que falta à Matemática para que a sua aversão se resolva?

Confesso, no entanto, que me parece que o problema é o facilitismo vigente na nossa sociedade. Aprender Matemática dá trabalho como tudo na vida... mas os miúdos são ensinados a não se esforçar!!

Um abraço

3za disse...

Obrigada pelas tuas palavras!É por isso que eu os ponho a trabalhar muito e com sentido, para não perderem o ritmo nem o gosto. É o lema na aula e eles conhecem-no bem! Tens toda a razão no que dizes... a MAtemática é o espelho da vida: a melhor metáfora dela. Digo muitas vezes o que disseste aos alunos.Felizmente no ano que passou e neste (em que mantenho as turmas)os alunos, depois de cativados para a teia - o que deu bastante trabalho, pois a maioria não gostava de matemática - parecem agora dispostos a trabalhar... portanto estas "diversões" seriam mais para atrair os incautos de outras turmas que não percebem por que razão as turmas A e D gostam de matemática.
Enfim... tudo o que seja possível fazer...
Abraço!

Elisabete Afonso disse...

Parabéns pelo blog! Tem aqui um cantinho muito especial. Já está incluído na minha rotina diária :D
Eu adoro blogs. Ainda pra mais da minha professora favorita! É como mel para os meus olhos...

A ideia de fazer "boa publicidade" à matemática é excelente. Há que incutir o espírito da matemática nos miúdos, desde o príncipio e continuamente. Digo isto por exeriência própria, porque já odeei muito a matemática e tive que reaprender a gostar dela.
Na minha opinião, o que pesa no gostar ou não de matemática é a estabilidade, ao nível das aulas e dos professores. Eu, por exemplo, já tive 6 professores de matemática em toda a minha vida escolar (sem contar com a primária). E isso também afecta muito, são sistemas de ensino e relações humanas diferentes, que causam muito transtorno nas cabeças (pelo menos na minha).

Fico a torcer para que este seu projecto resulte e que passe a haver mais amor à matemática por esse mundo fora ;)

Eu faço questão de ter uma t-shirt a dizer: "Math is beautiful" ou "I'm crazy for Math" ou simplesmente "I love Math" :D

Um grande abraço....

3za disse...

Obrigada pelas tuas palavras Elisabete! COm que idade já estás tu? Mais de 20? Que caminhos tens seguido? Vai dando notícias... pode ser através do blog! Dá o endereço à Sara!
Muitos beijinhos, oh minha aluna favorita (tenho saudades). Ainda te vejo pequenina... embora a tua foto, há tempos, do baile de finalistas me tenha mostrado a bonita mulher que cresceu a partir da doce e tímida Elisabete! Continua a visitar-me! Fico feliz!