segunda-feira, janeiro 23, 2006

Estarei aqui...


... enquanto precisares de mim.




Veio ter comigo um destes dias dizendo: Oh professora, tenho uma coisa para lhe dizer, mas não é para ficar chateada... eu ontem tinha teste a Ciências, mas não estudei e depois faltei à aula.

A nossa história comum já tem bom tamanho - quase dois anos. Não poderia contá-la aqui.
Sabia que o certo era esperar, antes de ralhar ou pedir mais explicações, portanto perguntei apenas: e agora, como vais resolver a situação?

Eu já falei com a professora de Ciências e ela vai dar-me outra oportunidade.

Suspirei interiormente. Era exactamente o que eu lhe ia sugerir.
Como tu cresceste nestes quase dois anos em que tenho sido tua Directora de Turma (só pensei), sabia que podia confiar no que já construímos juntos. Disse apenas: fico contente por saber que já consegues pensar sobre o que fazes e tomar depois sozinho as decisões para corrigir o que não vai correndo bem. Isso é muito importante e só prova que tens crescido.

Ele ainda acrescentou: Ah, é mais uma coisa, já sei o que vou escrever para "aquilo" (o blog) da turma. É o poema que recitei na festa do ano passado e mais outra coisa. E faço um desenho também.


Se soubessem quem ele é, como ele foi, percebiam a enorme e quase mágica importância de tudo isto.
Mas só podem deitar-se a adivinhar.

(Acreditem em mim. É possível. Às vezes é.)




Vale a pena ir até à SALA 16 ver o muito que se tem tecido por lá...

4 comentários:

Tit disse...

É sem dúvida o grande desafio da profissão docente: estar com os alunos no seu crescimento, doseando com muito rigor a forma como participamos no seu percurso de vida - nos momentos de dúvida, de medo, de confiança, de expectativa, de ousadia... Encontrar o ponto de equilíbrio entre o não dar de mais e o dar o suficiente.
Mas acima de tudo é preciso acreditar, como disseste, que é possível. Se nós não acreditarmos eles dificilmente acreditarão...

Obrigada por me fazeres pensar nisto.

Nota: Já lá passei, pela Sala 16 e deixei um sopro de vento...

Ah, e obrigada pelas fotos ;-)

Um abraço,
Matilde

3za disse...

Obrigada Matilde!
Pelas palavras aqui deixadas e pelas que depositaste na Sala 16. Eles ficam tão contentes com o estímulo que lhes têm dado. É o alimento de que precisam para perceber que estão no caminho certo. E vocês são um apoio imprescindível, pois eles gostam de ver o seu trabalho reconhecido pelos adultos... Explicarei quem tu és e isso ainda os vai deixar mais contentes!
Abraço

zippinha disse...

Prof. 3za já escrevi o meu texto no www.diad6.blogspot.com não publiquei apenas gravei e queria que a professora fosse lá ver e que se quiser modificar algo esteja a vontade e já agora eu pus só o meu nome porque não sabia se haveria de por o número e a turma se a professora achar melhor por o meu número e a minha turma já sabe esteja a vontade.
Bjs da Beatriz 6ºD

Ana Filipa. disse...

O testo fez-me pensar ,e gostei muito da imagem do inicio!

Ana Filipa