domingo, janeiro 29, 2006

Batem leve...



Eis a prova que faltava!
Afinal um fenómeno de excepção pode ser generalizável ao País... ainda que por pouco tempo.
Há esperança para as experiências educativas de sucesso, os professores carolas, os bons projectos...
Há esperança.


(Mas não pode ser neve de pouca dura... que derrete em menos de nada. Não pode.)

6 comentários:

13A disse...

Sabes, 3ZA, a neve só é de pouca dura nos baixios. É preciso subir às terras altas, àquelas onde "pedras e estrelas dormem à mesma altura", como escreveu Nelson Vilela, um amigo e colega. Não podemos descer mais a fasquia, sob pena de deixarmos, definitivamente, de ver neve. E quando isso acontecer a nós, professores, é o fim da escola. Subamos, então, para as terras altas, cobertas de neve como hoje estavam, cobertas de sol quando chegar o verão do nosso contentamento.

3za disse...

Bonita imagem. Palavras que ajudam, que são semente. Por que parece tão difícil o certo? Que esperamos nós?
O que vale a pena nunca foi fácil. Subamos...

Tit disse...

É verdade, não é fácil subir lá acima. As estradas por vezes estão cortadas, é preciso encontrar caminhos alternativos. Os pneus rodam ser sair do mesmo local. O frio corta as mãos. Mas subamos... com a tal certeza de que quanto mais alto subirmos, e quantos mais formos, maior e mais duradouro é o "boneco de neve" que conseguimos construir.

[Hoje, na Benedita, no quintal da minha mãe, construímos dois. Ficaram lindos...]

Obrigada pela ideia Teresa. E ainda bem que a tua net está de volta!

3za disse...

A Lena bem me disse que estava a nevar por aí... Se deu para bonecos de neve... pensando na tua metáfora... esse parece ser um local onde a esperança pode renascer e há energia para subir, acertei? (Quem for ao Canto do Vento percebe logo que acertei...) :)

Tit disse...

Humm... vai-se tentando... mas fica bem mais fácil quando se encontra companhia nessas subidas ;)
Obrigada!

[Nota: os bonecos de neve não os fiz em Torres... a neve que aqui caiu, pelo que ouvi contar, não chegava para tanto. Na minha terra Natal, a Benedita, sim - a neve dava para um "batalhão de bonecos"... Foi uma emoção!]

3za disse...

Pensei que Benedita fosse perto de Torres... E sim... ter companhia na subida faz toda adiferença!
Bj