sábado, janeiro 31, 2009

Sou, somos...

... seremos sempre


8 comentários:

Teresa Lopes disse...

A Vladstudio tem esta coisa de nos fazer encantar...
Bem-hajam!

Bj

Adriana disse...

adoro caixas de música, embora elas estejam fora de moda...mas a metáfora de nõs como caixinhas é ótma.

3za disse...

É bem-haja no singular... Um russo (Vladimir Gerasimov) que muito nos inspira. Aqui fica a história retirada do site:
"Vladstudio is the project of Russian digital artist Vlad Gerasimov. In 1998 I started to design user interfaces for web sites and software applications. However, when I had some free time, I created desktop wallpapers. Over the time, this hobby has grown into business, and today I enjoy full-time self-employment, creating wallpapers for your computers and mobile devices. I love what I do, and I am happy that many people around the world love it, too!"
Ainda bem que há gente assim no mundo... e não apenas gente como.... (cala-te boca)

3za disse...

:) Adriana... Às vezes parece tanto que somos... O bonito é sermos caixinhas capazes, se quisermos, de mudar a música que tocamos... dentro de certos limites... porque limites haverá sempre... :)

rabeca disse...

Há caixinhas e caixinhas:
caixinhas de lembranças
caixinhas de andanças
caixinhas de presentes
caixinhas de contentes.

Mas as caixinhas mais girinhas
São as caixinhas do tempo de menininhas...

coord. BE/CRE disse...

Foi-vos dado o prémio “Pedagogia do Afecto”. Visitem-nos e saberão mais.

http://bibliotecaportaberta.blogspot.com/

3za disse...

Rabeca... :) :)

3za disse...

coord. BE/CRE, Obrigada! Vou visitar-vos! Abraço