sábado, janeiro 17, 2009

A luz e o escuro...

O lado luz:

Acabei de descobrir aqui:
http://cisnedourado.blogspot.com/2009/01/sapo-kids.html

A pipoca (cisnedourado no Scratch - presente no evento) fala do dia de ontem por sua iniciativa... :)

São estas as coisas doces, as conquistas, a autonomia que se desenvolve perante os nossos olhos, sinais do crescer que vão deixando espalhados por aí. Têm onze anos e qualquer dia, mais uma vez, terei de me despedir deles e deixá-los voar para o 3º ciclo. É isto que me faz continuar a lutar com todas as forças para evitar que a mágoa provocada pela desinteligência deste sistema educativo nos congele e abata o espírito e nos faça desistir de dar muito mais aos nossos alunos. Eles merecem cada pedaço de esforço e retribuem, sem pedirmos nada, com um carinho infinito que nos alenta.

(Depois de criarmos o blogue da turma, GTScratch, alguns alunos, sobretudo alunas, motivados pela ideia e pela prática, criaram os seus blogues individuais onde vão aprendendo a partilhar interesses e trabalho com o mundo, mais ou menos regularmente.)




O lado escuro:

...Pena tenho eu da escola, com este Ministério da Educação, ter passado a estar organizada sem componente não lectiva que permita aos professores acompanhar virtualmente e presencialmente esta vertente do trabalho dos seus alunos, aproveitando o seu natural interesse pela "máquina" para desenvolver competências de comunicação escrita e muitas outras relacionadas com o desenvolvimento da fluência tecnológica. Confesso que não estou a conseguir fazer o acompanhamento destes seus espaços como desejaria e, assim, embora se aproveite algo, ficam por lá os erros (não gosto nada)... espelhando que há esforço, mas não há quem os acompanhe (nas minhas turmas apenas eu vou tentando fazê-lo e não chego a tudo... corrigir entradas... comentar... responder aos apelos deles...). Nos Objectivos Individuais do ME deve constar qualquer coisa como: oferecer muito equipamento aos alunos (à escola, ainda estamos para ver... continuo a lutar com as mesmas dificuldades da falta de acesso a equipamentos e número insuficiente de computadores para os alunos na aula... e só não tenho o problema recorrente da internet porque ofereci um linksys à escola e criei uma rede sem fios estável fora da fraca rede portáteis CRIE, para os meus alunos poderem trabalhar com o Scratch sem desilusão continuada...) e retirar todo o tempo disponível aos professores para eles fazerem alguma coisa interessante com os recursos tecnológicos disponíveis, que devem servir apenas para pôr os alunos a consumir um monte de jogos previamente instalados... para "debitarem" as aulas da mesma maneira mas com uns powerpoints giros... e, ainda, acrescentar à vida dos docentes umas quantas burocracias a ver se eles deixam de ter tempo de pensar e até de se queixar... e penalizar aqueles que se lembrarem de fazer mais coisas do que devem com os alunos, porque é perigoso e subversivo desenvolver o sentido criativo e crítico nos cidadãos...

Adiante.

Melhores e mais iluminados dias virão. Há é que lutar por eles com persistência que eu cá não acredito em milagres (a não ser os que nascem das nossas mãos)...

5 comentários:

Luis Neves disse...

Arame , texto ou poesia da Maria do Blog http://ocheirodailha.blogspot.com

Que nunca se cale a ternura das palavras
e nunca se desfaçam os sonhos que trazes nas mãos
que das lágrimas que te escorrem se façam sementes
que ao cairem no chão possam ser fecundadas
pelas águas dos rios que te trespassam
e de novo possam surgir as árvores de verde folhagem
para abrigarem todos os pássaros quando chegar a primavera
não haverá mais gritos nem medos nem espadas
todas as crianças voltarão a brincar nas ruas
e a Natureza voltará em todo o seu esplendor
como se nunca tivesse havido um arame…

Porque encontro aqui na teia sempre um mar de luz e de brilho

3za disse...

Muito obrigada, Luís, pelas palavras partilhadas e pelas tuas :)

EMD disse...

Deixei o mimo, extensivo à professora, no blogue da pipoca. Vocês merecem.
Então e a pequenada teve falta por conta de quê?
Este país virou uma aflitiva anedota.

3za disse...

Nem te conto... ririas... (reparaste que foi tudo em cima e tiveram de ser os pais a trazer não sendo possível transformar em visita de estudo por causa da papelada necessária... logo... faltas aos kids... que têm de estar em conformidade... uma das faltas foi à aula de substituição que ia ser dada por eu faltar... aos aunos que não integravam esta turma no ano passado e não fizeram parte da experiência - o convite era para estes e a sala ficou com gente de pé - e que tiveram de ir à escola. A prof de História e LP ficou tb (feliz por eles) com poucos alunos e... falta aos restantes... :) Uma coisa sem explicação. Obrigada pelo vosso carinho. Beijinho

Anónimo disse...

Il semble que vous soyez un expert dans ce domaine, vos remarques sont tres interessantes, merci.

- Daniel