quarta-feira, junho 24, 2009

Qualquer semelhança...

... entre a realidade das reuniões de Conselho de Turma e esta imagem, não é pura coincidência.

(Excepção feita à dimensão do nariz... o meu é meio grego, mas não abusemos...)

É assustador o crescendo, ano após ano, de burocracias e impressos.

Já pouco se fala das crianças (e era tão necessário)... As perguntas no ar: já preencheste o papel do plano de acompanhamento? Já assinaste e avaliaste o Plano de Recuperação? Já fizeste a proposta de Avaliação extraordinária porque o aluno reprovou uma vez no 1ºC e esta é uma retenção repetida? Já disseste aí no papel que se fizeram provas de recuperação e que ele tem excesso de faltas grave e se propõe a retenção? Já fizeste a proposta de tutoria? E de APA? Tudo isto para um único aluno, que reprova de três maneiras diferentes ao mesmo tempo... uma delas a carecer de ratificação no Conselho pedagógico... pasmemo-nos, pois.

(Estranhos tempos estes...)

9 comentários:

JMA disse...

Sinais tristes de que o "mundo dos sistemas" colonizou o "mundo da vida".

3za disse...

Exactamente... e disso nada de bom pode resultar... para a vida... (especialmente para a vida das crianças e jovens).

Herr Macintosh disse...

A burocracia é como um enorme monstro (daqueles dos filmes de terror, assim género Aliens - até tem um sangue corrosivo e tudo). A gentalha que advoga in extremis a accountability (sem que nunca se considerem accountable) tem de ver papéis para sentir que fez algo (mesmo que isso seja idiota, represente uma grande ideia de jerico, e não contribua nada para resolver um único problema real - os imaginários ficam todos resolvidinhos quando são passados a escrita em formulários cheios de cruzinhas e outras coisas giras com um blá-blá cheio de vácuo). A gentalha burocrática sente-se realizada assim desta maneira idiota. O que é giro é que se fazem contas a tudo menos ao gasto de papel destas idiotices...

rabina disse...

É horrível.
Aconteceu-me há pouco o mesmo...

IC disse...

Já era assim de papelada no meu último ano de ensino (o 1º de MLR). Agora ainda deve ser mais, mas já quase não se falava dos alunos - só papelada a rodar.
Beijinhos

Isabel Preto disse...

Como te entendo, Teresa! Só com a minha Direcção de turma, sem contar com tudo o que preparei sozinha, antes nas vésperas, estive das 8 da manhã às onze e meia e depois hora e meia no pente fino! E só reprovaram três!!! Aquela papelada da DRELVT sobre os Planos...foi outra novidade acrescida! E para quê? Cada vez odeio mais esta parte...se pudesse ser professora só de alunos...estar só com eles...o resto detesto! Estou exausta de papéis...hoje as matrículas...outra coisa que abomino! Parece outro "pente fino", em que a senhora da secretaria confirma tudo, tudo e falte o que faltar...a culpa é do DT! Até vou comprar postais de CTT e preenchê-los eu, para não me chatearem!

3za disse...

É uma tristeza... E temos de urgentemente reflectir sobre estas questões e apresentar propostas... Não é uma questão menos, ao contrário do que possa parecer. É um monstro que engole o essencial da função de aprender e de avaliar. Nada sobra e para nada serve.

Fantasia Musical disse...

E depois de todos estes papéis preenchidos, há que descobrir uma forma de trazer os pais à escola para os assinar! Há quem se desloque a casa dos EE para conseguir, por exemplo, que os alunos possam beneficiar de algum tipo de apoio específico.

As actas acabam por ser amontoados de documentos que consomem resmas de papel. E isto com um governo que tanto aposta nas novas tecnologias...

3za disse...

Pois... :(