sexta-feira, junho 19, 2009

Distrair as despedidas...

Tentámos dizer até logo... mas nem sempre foi fácil.
Desta vez fingimos que não íamos embora, porque para alguns não é fácil ir.
Espantámos a saudade antecipada com cantigas, jogos, conversas, promessas.
E partimos. Com a certeza de que no próximo ano nos encontraremos, mas de forma muito diferente.
Os ciclos da vida.
Tempo de despedida também para os meus meninos agora no 9º ano que foram à escola fazer o exame de Português.
Cheguei a casa e saí logo.
PC grande a precisar de vistoria médica no leitor de DVDs... chegar à FNAC e ter Pedro Moutinho a cantar ao vivo no pequeno auditório. Para quem não sabe, irmão do Camané. Apresentando último trabalho: "Um copo de Sol"

Fado, claro, saudade... o destino mais certo do dia.

Amanhã, se o tempo estiver de feição, vou beber um copo de Sol à praia... talvez até um copo de mar. Retemperar energias para a semana de reuniões que se avizinha... afogar este não sei quê de nostalgia de fim de época, este tudo nada de saudade temperado com algumas lágrimas, beijinhos e abraços muito sentidos antes de sair da escola para regressar a ela e ao silêncio que a vai cobrir a partir de agora....

2 comentários:

Isabel Preto disse...

Teresa:
nunca para mim foi tão difícil terminar um ano lectivo!
Sinto um vazio enorme, deixado pela partida de alunos que tal como eu, se deram por inteiro.

3za disse...

Compreendo-te bem...