sábado, junho 13, 2009

Clube Scratch time a terminar...

A sessão de sexta (ontem à tarde) foi pouco concorrida, pois nela estão os alunos da turma que fizeram ponte aproveitando com as famílias os dois feriados de quarta e quinta.
Três dos que apareceram pediram para continuar a jogar o jogo de tabuleiro (em vez de irem para os computadores) e assim fizeram.

Mas é nesta sessão que estão os entusiastas e persistentes Claudiblue e o Joor do 5.º ano (que não são meus alunos). Com projectos complexos em mãos e apenas mais uma sessão para a semana que vem, para eles não houve ponte nem acalmias provocadas pela temperatura desconfortável da sala.
Mãos na massa, aceleração e, desta vez, atendimento quase personalizado... embora dividido por dois (com pena da Claudiblue que anseia por um dia em que eu consiga dedicar-lhe todo o tempo sem o distribuir por mais ninguém, sem esperas nem pausas... :)



Um prazer trabalhar com eles. Esqueço depressa o calor e, quando damos por nós, o tempo está a acabar, é preciso gravar, é preciso fugir (porque a seguir vou dar aulas até às 18:30... ontem particularmente penoso, já que o ambiente era irrespirável e muito acima dos 30 graus... exactamente as condições em que devem trabalhar todos aqueles que nos governam com suas iluminosas ideias...).


Queria ficar com recordação deles e destes momentos doces. Consegui.
Fotos e vídeo para ajudarem a memória, um dia, a regressar a estes tempos de descoberta em que fomos parceiros e crescemos, eu e eles, em cada um dos nossos caminhos, mesmo sem nos termos cruzado formalmente como professor e alunos numa qualquer disciplina. O acaso juntou-nos no Clube.

A Escola dos meus sonhos seria assim...

No projecto do Joor, que envolve ganho e perda de pontuação, foi interessantíssimo desenvolvermos ali num intantinho os rudimentos para lidar com números relativos e operações entre eles. O Joor detectou um erro que não conseguimos entender. Colocámos -1 como perda por choque com as peças do caminho mas, na realidade, o Scratch subtraía dois... Assim, nos testes, quando o Pac comia uma bola e ganhava 1 ponto, para logo de seguida chocar com uma peça penalizadora, o resultado dos pontos no écran passava -1. Comentário do Joor: não é possível! Devia ser zero!

3 comentários:

IC disse...

:))

Carla Pimentel disse...

Muito bonita a cumplicidade e a confiança entre a professora e aluno. Bjs

3za disse...

:) :)
Beijinhos