sexta-feira, janeiro 18, 2008

Um entusiasmado "scratcher" (programador e analista) português...

Encontrei hoje este comentário lá na minha galeria pessoal do scratch http://scratch.mit.edu/users/teresamar (onde tenho como amigos os meus alunos e mais uns quantos).
O autor é ffred.

Jan08: Até que enfim, “areias de Portugal”! Ando no Scratch desde Jun07 com a sensação de que nenhum compatriota avaliara ainda devidamente o valor pedagógico desta linguagem despretenciosa, própria para principiantes e preguiçosos, (é o meu caso). Iludido por ‘nicknames’ mais ou menos latinos que fui encontrando no universo de mais de 60.000‘scratchers’, já encontrei espanhóis, brasileiros, mexicanos e até uma dinamarquesa; mas agora encontrei portugueses, (uma turma deles), que a denunciam como sua “sôtora” Já posso escrever em português. Bem haja por isso, “teresamar”. A questão que lhe coloco é a de descobrir como (e se) posso ajudar os seus miúdos a melhorarem a fluência dos seus estilos de programação, (sempre a partir de minha casa), usando os anos de experiência que acumulei como programador/analista, (de outras linguagens, claro). PS: “rakel” é a melhor dos ‘scratchers’ da turma que eu visitei. Acabo de partilhar “Distritos”, um jogo sobre a geografia de Portugal, em
http://scratch.mit.edu/users/ffred
...
Descobri mais um talento n'A TURMA: fca


Deixo-vos aqui o projecto do ffred. Bem interessante!
Sugeri que fosse provocando os alunos, motivando, desafiando, sem excesso, mas enriquecendo a sua viagem com a partilha e a visão de alguém experiente. Algo que nunca me tinha ocorrido que pudesse vir a acontecer! Esta coisa das comunidades de aprendizagem é poderosa...

Scratch Project

2 comentários:

maria disse...

Leitora assídua do seu blog ( conhecia-a através de Blogstórias Essenciais) desde já a felicito pela sua disponibilidade e encanto. A propósito dos últimos posts e não sendo eu professora, partilho consigo um blog que descobri( eventualmente já o conhece por ser da sua área)-
matematicanacidadela.blogspot.com.
Fantástico a disponibilidade destes professores que como a Teresa se entregam a projectos pedagógicos desta natureza.
De certo a autora deste blog também corre, desce, sobe, reune e ... muito, muito mais!!!
e o reconhecimento será proporcional?
Não me parece, pelo que leio na Teia!
Obrigada a todos vós!
Msa

3za disse...

Obrigada pelas viagens até à teia, pela partilha, pelas palavras semeadas e que nos vão dando alento.
O retorno dos alunos (que é o que mais interessa) é completamente proporcional À entrega. É por isso que o encanto vai persistindo, apesar dos pesares!
Abraço