quarta-feira, janeiro 09, 2008

Novo Programa de Matemática...

Esteve em "discussão no Verão" e arranque do ano lectivo...

e agora
descobri

a
notícia:

Programa de Matemática do Ensino Básico
O Programa de Matemática do Ensino Básico foi homologado por Sua Excelência o Senhor Secretário de Estado da Educação, a 28 de Dezembro de 2007. Este Programa é uma das acções do Plano de Acção para a Matemática.


Alguém reparou?
(Pois... muito sonho... muita rabanada...)

Isto são tantos papéis, tantos documentos, tantas inovações, tantas legislações, que estou quase quase quase a pedir uma licença sabática para me dedicar à leitura e reflexão...

Lembrei-me de repente de uma frase-pergunta (a propósito do EXCESSO de tudo, sobretudo de documentos, grelhas, leis e re_formas) e procurei na web auxílio para uma longínqua memória adolescente (certa peça de teatro a que assisti em Lisboa há muitos anos).

Acabei por dar forma aqui (no blogue Textos de Contracapa) a essa recordação:

E NÃO SE PODE EXTERMINÁ-LOS ?
É uma interrogação dura e extrema, com a qual terminava uma selecção de textos de Karl Valentin, encenados há alguns anos pelo Teatro da Cornucópia e por Jorge Silva Melo. Nunca mais esqueci este espectáculo fascinante.


Nem eu... nem eu...
(não só não esqueci, como hoje se tornou muito presente... de repente...)
.

9 comentários:

Herr Macintosh disse...

A melhor defesa é o ataque. Atirando-nos com um verdadeiro dilúvio de decretos, despachos, portarias e outras coisas legislativas esperam deixar os professores atordoados (convenhamos que, neste aspecto, estão a fazer um óptimo trabalho)...

francisco disse...

Parabéns pelo blog...o meu estrelar ainda falta uma mês e alguns dias para fazer um ano!...

Anónimo disse...

O que "eles" trabalharam na semana entre o Natal e o Ano Novo?????
E no Dia de Reis!
Querem vencer-nos pelo cansaço e desepero? Não vão conseguir...mas às vezes desmoralizam.
A aprovação do novo programa de Matemática escapou-me. O que vale é que os fios desta teia estão sempre ligados e actualizados.Obrigada.
filomena

3za disse...

Obrigada Francisco!

Pois... excessos... mas nem com tsunamis nos páram!

arte por um canudo 2 disse...

Ainda não se leu uns e já outros estão na forja.Dizem que assim existe muito menos contestação porque as preocupações estão sempre com o que sai.Eu acho que eles julgam que produtividade é divulgar muita legislação mesmo que não sirva para nada.

3za disse...

Pois...

Oh rama oh que linda rama... nada se aprofunda...

IC disse...

3za, eu nem sabia que só foi agora homologado, tenho o novo programa aqui mesmo no ambiente de trabalho já há um tempo, para ler. Dei por ele uma vez em que li num jornal um comentário crítico a ele do Nuno Crato enquanto presidente da SPM (não me fio nada nas opiniões de NC, mas fui logo sacar o PDF).
A verdade é que acabei por ainda não o ler (isto de já não estar no activo dá nestes esquecimentos). Mas é imperdoável não ter avisado, ao menos a ti, desculpa! Eu devia saber que passou despercebido, foi só pelo acaso daquele artiguinho que dei por isso.
Tenho que o ler e, se achar que é caso disso (para dizer mal, ou para dizer bem... lol), talvez venha a escrever no meu cantinho.
Beijinhos

3za disse...

Não, Isabel! Não me passou despercebido! Eu li-o com atenção no Verão (imprimi e tenho-o aqui) e fiquei um pouco esmagada e sem reacção na altura, porque sinceramente esperava que se reduzisse a informação, que se fosse mais à essência e, mesmo sem fazer análise de conteúdo, penso que o documento é extenso demais... Estas coisas não me costumam escapar... Do que não me apercebi foi da homologação, até porque antes de ontem tive reunião de Departamento e não recebi qualquer informação... seria de esperar que alguém tivesse recebido alguma coisa!
Gostava imenso que lesses e desses a tua opinião... tenho curiosidade... Aguardarei o teu "veredicto".
Beijinhos

IC disse...

Pois, Teresa, também me parecia que não havia de te ter passado despercebido. Aliás, a APM promoveu discussão entre os sócios, também deves ter andado a receber por mail as opiniões, tipo forum de discussão. Já não estava na escola, mas duvido que, na altura, as escolas tenham recebido alguma informação oficial.