domingo, setembro 24, 2006

Por onde andarilhei dia 23...

Gentes, palavras e momentos...
Foi AQUI

Cristina Taquelim
que só conhecia pelo nome (mais recentemente através de troca de e-mails e combinações de encontro para tecer palavras com meninos, em torno da poesia e de livros, lá para os lados de Beja) tem nas mãos as asas de quem sonha por dentro e por fora com coisas belas e nos olhos o desejo de as fazer voar até nós. Assim a vi e ouvi. Me encantei. Fada e feiticeira. A alma do Andarilhas...
Para saberem mais...
http://www.inatel.pt/tempolivre/167/paixoes.html
http://www.eseb.ipbeja.pt/encontrobrancosul/CVRESCTaquelim2002.htm


Álvaro Magalhães
“(…) Quando for grande, não quero ser médico, engenheiro ou professor.Não quero trabalhar de manhã à noite, seja no que for.Quero brincar de manhã à noite, seja com o que for.Quando for grande, quero ser um brincador.Ficam, portanto, a saber: não vou para a escola aprender a ser um médico, um engenheiro ou um professor.Tenho mais em que pensar e muito mais que fazer. Tenho tanto que brincar, como brinca um brincador, muito mais o que sonhar, como sonha um sonhador, e também que imaginar, como imagina um imaginador… A minha mãe diz que não pode ser, que não é profissão de gente crescida.E depois acrescenta, a suspirar: “é assim a vida”.Custa tanto a acreditar. Pessoas que são capazes, que um dia também foram raparigas e rapazes, mas já não podem brincar.A vida é assim? Não para mim. Quando for grande, quero ser um brincador.Brincar e crescer, crescer e brincar, até a morte vir bater à minha porta.Depois também, sardanisca verde que continua a rabiar mesmo depois de morta.Na minha sepultura, vão escrever: Aqui jaz um brincador. Era um homem simples e dedicado, muito dado, que se levantava cedo todas as manhãs para ir brincar com as palavras”.

Ele e o M.A. Pina: os meus brincadores favoritos.

http://www.instituto-camoes.pt/cvc/livros/1075.html
http://www.asa.pt/autores/autor.php?id_autor=495
http://www.asa.pt/produtos/produto.php?id_produto=702300


Bartolomeu Campos Queirós
“As palavras sabem muito mais longe...”
http://www.caleidoscopio.art.br/bartolomeuqueiros/
Ri, sorri, comovi-me,
As palavras dele escritas, faladas, respiradas sabem ao que a palavra sabor deve saber.

Teresa Meireles
Deixei-me enredar na teia dela... outra fada feiticeira.
Conheci-a finalmente (há tanto tempo que me falavam desta Teresa. Nunca nos cruzámos. E vivemos a poucos metros uma da outra! Foi preciso Beja.
http://www.apenas-livros.com/autor.php?id=20&sid=7e0afd5602fb048b3244557748ea23f6




Gabriel Janer Manila
" Literatura Oral e Ecologia do Imaginário"-

http://www.escriptors.cat/autors/janermanilag/

http://www.mallorcaweb.net/janermanila/base.htm

Aprender, desenvolver, evoluir com as palavras, com a fantasia que se esconde nelas... Um privilégio que não se pode perder...




Ju Godinho e Eduardo Filipe
http://www.ilustrarte.web.pt/
http://www.cm-barreiro.pt/noticias/detalhe_noticia.asp?Id=1988
http://faroldesonhos.pt/organizacao.htm






Deles se pode dizer o que nos querem dizer a nós: Quem ilustra um conto...aumenta um sonho...

Não há razão nenhuma em particular. Há talvez a melhor razão do mundo: um enamoramento que se transformou em amor pelo universo da ilustração.

Bernard Jeunet já esteve em Portugal
http://papeisportodolado.blogspot.com/2006/07/bernard-jeunet.html
http://www.cm-barreiro.pt/noticias/detalhe_noticia.asp?Id=1866
http://www.rostos.pt/paginas/inicio2.asp?cronica=130352&mostra=2







Kveta Pacovska (a melhor na opinião de muitos)
http://www.ricochet-jeunes.org/auteur.asp?id=872
http://www.ac-creteil.fr/crdp/telemaque/formation/kpacovska.htm








Apenas alguns exemplos do muito (belo) que vimos ouvimos no Palavras Andarilhas 2006...

(Imaginem o que terá sido 21, 22 e as noites de faz-de-conta...)







2 comentários:

Teresa Lopes disse...

Bem, 3za, eu sei como tu andarilhas!... Vai demorar um tempinho para assimilar toda esta informação.
Bom trabalho para segunda.
Jokas.

3za disse...

Obrigada Amiga... darei novas...
Beijinhos