sexta-feira, setembro 01, 2006

De novo...

" Voltando das férias resolvi fazer uma limpeza na papelada que se acumulou no ano passado. Um monte de pastas, cheias de anotações, ideias para uso futuro. Fui lendo vagarosamente. Muitas das ideias já não faziam sentido: não me diziam nada; estavam mortas. Outras tinham sido escritas apressadamnete e não consegui decifrar a minha própria letra. A cesta de lixo foi-se enchendo. Mas sobraram algumas coisas que guardei. Demorei-me num recorte de jornal. Era uma daquelas tirinhas do Charlie Brown. Ele está a explicar ao seu amiguinho a importância das escolas: Sabes porque temos que tirar boas notas na escola? Para passarmos do primário para o ginásio. Se tirarmos boas notas no ginásio, passamos para o colégio e se no colégio tirarmos boas notas, passamos para a universidade, e se nesta tirarmos boas notas, conseguimos um bom emprego e podemos casar e ter filhos para mandá-los à escola, onde eles vão estudar um monte de coisas para tirar boas notas e... ."
(...)

A reflexão continua nas sempre doces, suaves, mas fortes palavras de Rubem Alves. É uma leitura fundamental neste dia em que o professor se abeira da escola outra vez e diz: olá. Estou aqui.
Sobre esta obra explica-se que "são textos que dizem a alegria e o sofrimento da relação pedagógica; as missões (im)possíveis dos educadores e dos professores. São reflexões sobre a vida, a beleza, as crianças, a pedagogia. São um modo de fuga ao labirinto pós-moderno em que nos vamos perdendo...
É uma obra que nos diz: Ensinar é um exercício de imortalidade. De alguma forma continuamos a viver naqueles cujos olhos aprenderam a ver o mundo pela magia da nossa palavra. O professor assim não morre jamais..."


Olá. Estou aqui.
Pronta para começar tudo de novo.
De novo.

Novo.

Bom levar esta palavrinha simples muito a sério.
Precisamos de um novo com sentido, ou a condenação ao nada continuará.

Lutemos para sair do labirinto.
Bom recomeço a todos.

11 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Boa tecitura!
Que a teia seja suficientemente flexível para não magoar e suficientemente consistente para aguentar!

Tit disse...

Um doce e vigoroso recomeço, Teresa. Tenho a certeza que vai ser, pelo menos no que toca ao mais importante - os alunos.
É bom recomeçar, sentir os olhos de uma alegria curiosa dos novos colegas que chegam, os abraços entre colegas já conhecidos, a procura das mudanças na Sala de Professores, o entusiasmo de começar de NOVO, como dizias.
Beijinho.
Talvez este ano consigamos encontrar-nos "em carne e osso" ;)

Prof. Teresa disse...

Bem vinda sejas! ;-)

Miguel Pinto disse...

“Lutemos para sair do labirinto.”
Hummm… sugiro uma pequena variação: Lutemos para nos elevarmos sobre o labirinto… :) É que o labirinto veio para ficar!
Bom recomeço para ti também, Teresa!

imaz disse...

Bom recomeço para ti e força!...para tudo de NOVO que aí vem...
Beijinhos

Miguel Sousa disse...

"Ensinar é um exercício de imortalidadae..." que a ministra e os tecnocratas querem matar pela raíz...bom começo, não, porque para mim nunca paraste

Miudaaa disse...

Que tenhas um BOMMM,,, um excelente mês de setembrooo!!!... ao som de uma canção que eu amo do Ivan Lins


Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena ter amanhecido
Ter me rebelado, ter me debatido
Ter me machucado, ter sobrevivido
Ter virado a mesa, ter me conhecido
Ter virado o barco, ter me socorrido

Sem as suas garras sempre tão seguras
Sem o teu fantasma, sem tua moldura
Sem suas escoras, sem o teu domínio
Sem tuas esporas, sem o teu fascínio
Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena já ter te esquecido
Começar de novo

1 beijo da miudaaa
Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena ter amanhecido

Pi disse...

Estes recomeços enchem-me de esperança (provavelmente sou uma idiota chapada)... vamos lá a ver até quando é que este estado de graça dura!
Um bom reinício para ti.
Pi

3za disse...

Sem palavras...logo eu... vocês!
Já tinha saudades destas danças convosco!
E Pi... somo todos doidos... ou não seríamos professores com expectativa de crianças no recomeço...

Vai valer a pena, vai...
e sim, voar sobre o labirinto... voar... (não quero dizer fugir). Abraço

LN disse...

Vim cá parar quase por acaso... (aos saltos, de blog em blog). E agora, levo a referência do livro... com a promessa de fidelizar ao sítio da descoberta :)

3za disse...

Fidelização recíproca (já saltei até ao teu Conversamos?!). Lá se vão cruzando os fios das teias...