domingo, março 01, 2009

Sinais...

... outra vez. Diferente.

(A vida renovando-se.)







Quando tornar a vir a Primavera

Quando tornar a vir a Primavera
Talvez já não me encontre no mundo.
Gostava agora de poder julgar que a Primavera é gente
Para poder supor que ela choraria,
Vendo que perdera o seu único amigo.
Mas a Primavera nem sequer é uma cousa:
É uma maneira de dizer.
Nem mesmo as flores tornam, ou as folhas verdes.
Há novas flores, novas folhas verdes.
Há outros dias suaves.
Nada torna, nada se repete, porque tudo é real.

(fonte)

Alberto Caeiro - Poemas Inconjuntos

2 comentários:

Marina disse...

Que saudades da minha maquina fotografica... :-(
E de andar com ela aos Domingos (e, as vezes, tambem aos outros dias!) a roubar bocadinhos do meu Oeste para guardar!

Boa semana! =)

E quanto a escrita... força nisso!
Ja passei pelo mesmo... Apagar uma coisa que demorou tanto a escrever (no meu caso foram sobretudo esquemas que "desenhei" durante horas...) faz cá uma comichão!

3za disse...

:) Boa semana!