sábado, julho 05, 2008

Talvez porque...

... seja sábado e me apeteçam cerejas na sobremesa da manhã.
... seja sábado e haja algum silêncio no ar.
... seja sábado como sempre é depois de sexta e antes de Domingo.

preciso de um poema. Só um.
.
Como bolacha recheada de chocolate em momento de excepção. Só esta agora, é doce, é pequenina. Prometo depois fechar a caixa.
.
(Só este, só este... prometo depois fechar o livro.)
.

.

Habitando a paciência da ondulada
sombra vibramos numa rede
de veemências suaves de sabores secretos
e sentimos a terra deslizando connosco.


António Ramos Rosa
Dinâmica Subtil, 1984
Antologia Poética


7 comentários:

Madalena disse...

Talvez porque... passei por aqui e gosto de poesia. mesmo ao sábado. Beijinhos e bom sábado.

3za disse...

:) Obrigada! Beijinhos e bom sábado para ti também!

JMA disse...

subtil dinâmica...

3za disse...

:) coisas da poesia... Às vezes é mesmo necessário parar um bocadinho...

Fernando Vasconcelos disse...

Poema interessante. Não sei se as palavras utilizadas pelo poeta têm noção do seu significado em ciência. Se assim for é um poema notável ... se não ... é uma coincidência fenomenal. Arrebatador em qualquer dos casos.

Maria do Carmo Cruz disse...

Teresa do LIndo nome, vou comentar aqui tudo o que postaste nesta semana em que estive quase ausente, por estar fora da blogosfera. Olha, o Poema, soube-me a pouca e já o li de várias maneiras. Mesmo antes de ler o comentário do Fernando. O resto é o teu retrato pintado: sempre aqui e ali mas por inteiro (não sei como te desmultiplicas - é assim que se diz na minha terra, sempre com uma ternura à flor da pele, sempre com uns olhos de Poeta, que vêem os que os outros não vêem.Só um voto com o meu beijo de regres às lides: Deus te acrescente e a nós nos não falte. Avó Pirueta
(Esta frase não está registada, mas é minha. No entanto, gosto tanto dela que, por isso, terei muito orgulho se alguém a partilhar."

3za disse...

:) da Ciência ao Amor. A ternura pelo meio. A poesia e as metamorfoses do poema nos olhos de cada um. Hoje um banho de ternura o dia todo... vão perceber. Abraço e beijinho.