domingo, julho 06, 2008

Ai que saudades dos teus olhos...

Dia de amainar um bocadinho a tempestade dessas saudades.
Dia inteiro à beira-mar do mar e dos teus olhos.
Foi tão bom.
Cresceste. Já falas tão bem. Os 4 a caminho... contas-me tantas histórias.
Sr Dr Veterinário... cuidaste com empenho da Peggy...
Aprendes a brincar com carros, com livros, canções, teatro, missangas, porque a vida é feita de mil coisas coloridas que se acrescentam num fio do tamanho que tiver de ser.
E esses olhos... esses teus olhos de devorar mundo.


Viver toda a vida com olhos assim é do que mais precisamos.
(Luto todos os dias para não os fechar...)





2 comentários:

Maria do Carmo Cruz disse...

Estes olhos tão profundos
parecem nem ter idade
Há neles sonhos e mundos
e ainda vive a Verdade.

Deus conserve estes teus olhos
assim puros como o céu
que nunca vejam abrolhos
Deixa-os para este olhar meu.

Beijinhos para esta princesinha da Avó Pirueta

3za disse...

Que lindo, minha querida Carmo...
(é um principezinho... mas como escondo a carinha... :) pode ser o que nós quisermos... até porque para além deste doce João, há a princesinha Inês (mais ou menos da mesma idade, mas filhota de outra irmã), e o Huguinho... mais velhinho, seu mano, e o Bruno bem crescidinho... o primeiro sobrinho a nascer filhote do mano mais velho. Em síntese: nós somos 3 manas e um mano... eu não tenho filhotes... a Lena tem um, a Beli tem dois e o Paulo um também... ao contrário de nós: são três sobrinhos e uma sobrinha... :)O menino da foto, para além de sobrinho, é o meu único afilhado... Família mais ou menos apresentada :)
Beijinhos