segunda-feira, fevereiro 04, 2008

Obrigatório ler

O Carnaval e a noiva de Arlequim

Não percam este texto de Idalina Jorge, publicado nas Cartas ao Director do Público de hoje (p. 38), sobre o Conselho Científico para a Avaliação de Professores, que é, por Despacho, provisoriamente constituído por uma única pessoa: a presidente (de quê?).

4 comentários:

Herr Macintosh disse...

O nosso queridérrimo Ministério da Educação está para lá do para a frentex e demonstra uma inovação inovadora a toda a prova: Conselhos Unipessoais. É, afinal, o simplex administrativo (ou será o descaradex?).

3za disse...

hummm... deixa-me cá pensar...
(oh, já me esquecia, a legislação foi criada para eu não ter tempo nem para pensar!)

um das artes disse...

Ainda bem que existem alguns blogs com opiniões denunciantes. Pena não serem tão divulgados pela comunicação social.

Legislação para que não se pense... ingerência legislativa desconexa - é muito difícil resistir, de facto.
Mas quando é que os professores deixarão de pensar(?) - daqui a alguma meia década, talvez se consiga acabar de vez com a massa crítica e aí, sim, estes governantes poderão deliciar-se com o pleno sabor do PODER!!

3za disse...

É um risco que se corre... é preciso combatê-lo!