quinta-feira, fevereiro 12, 2009

A Expressão das Emoções no Homem e nos Animais - Charles Darwin

Está na minha lista há uns meses.
Outras prioridades se têm imposto e, assim, continua ausente.

Hoje, depois do dia de notícias recordando o autor, lembrei-me e voltei a colocá-lo na lista. (Preciso de viver muitos anos para ler tudo o que ainda quero ler. Ah! E de uma casa maior...)

A Expressão das Emoções no Homem e nos Animais

A Expressão das Emoções no Homem e nos Animais

Charles Darwin

Editora: Relógio d' Água , 2006

«Porque encolhemos os ombros? Porque é que os cães abanam as caudas? Porque franzimos as sobrancelhas quando estamos zangados e fazemos beicinho quando estamos tristes em vez do contrário? Qual é a diferença entre culpa e vergonha? Este seria um livro notável mesmo que tivesse respondido apenas a estas ou a perguntas semelhantes sobre as emoções em 1872. Mas A Expressão das Emoções no Homem e nos Animais provou também que a mente humana, e não só o corpo, é um produto da evolução. (...) Esta edição lembra não uma peça de museu, delicadamente restaurada, mas uma obra embrionária que apenas precisou de um espelho para se actualizar. É tão fresca e provocante como há 125 anos atrás.» - Steven Pinker, Science

«A obra-prima esquecida de Darwin combina o voyeurismo de um livro de Desmond Morris e o rigor de um texto de Richard Dawkins.» - Kenan Malik, Independent on Sunday

«Altamente original... Isto é cultura no seu melhor.» - Simon Baron-Cohen, Nature

(Fonte)

2 comentários:

rabina disse...

Gostei de escolha.
Darwin, aquele que foi capaz de naquele tempo contradizer a verdade bíblica da criação divina.
Um avanço para a ciência, embora mal visto aos olhos da Santa Madre Igreja.
De qualquer modo, pela pluralidade, respeitemos os conceitos.
Também este título é bastante interessante (emoções); terei de o ler, aguçou-me o interesse.

3za disse...

:) Já vi que ainda vais consequir comprá-lo primeiro que eu...