quarta-feira, novembro 15, 2006

VLADSTUDIO

Sede de criar.
Parece um contrasenso. Sede deveria ser de beber... não de dar a beber de nós.
Mas é assim mesmo.
Não tem explicação possível. Quanto mais o tempo nos aperta, mais essa sede se instala e é preciso acalmá-la diariamente. Saciá-la contra toda a lógica, a qualquer inesperada hora.

Quando a sede é muita, os sentidos ficam desassossegadamente sensíveis...
Qualquer coisa inspira: música... sentimentos... imagens...

.
Por conta de certas imagens em alguns "blog templates" de que gosto muito
http://www.pannasmontata-templates.net/

cheguei a um outro recanto
http://www.vladstudio.com
e perdi-me nele (num tempo que inventei por dentro do tempo que não há)

sobretudo nesta série, que é a minha favorita:
http://www.vladstudio.com/wallpapers/?keyword=two

Nasceu em segundos um poema para uma delas (depositei-o noutro recanto) ... e suspeito vêm mais a caminho. Para a mesma imagem... para muitas outras...

Ocorreu-me: material excelente para uma oficina de escrita criativa. Para muitas coisas mais. Sonho com ela... assim me deixem largar cargos de coordenação

e entregar-me a um sonho ou outro
lá bem acima das nuvens
onde o sol nunca se esconde!

Um dia...
.




8 comentários:

IC disse...

:)

Passei para deixar um beijinho

3za disse...

Beijinho para ti também!

imaz disse...

Lindas as imagens! Obrigada pela dica...

Hindy disse...

Tem imagens fantásticas!

Beijos "à moda " da Hindy! :o)

asn disse...

Olá 3za
Tenho andado por aí. A blogosfera está a transformar-se numa teia com muitos fios, com imensas solicitações, novidades todos os dias, qual delas mais interessante. Os estímulos para inovar são incontáveis.
Aqui estão mais umas belíssimas dicas que já fui observar.
Que ritmo imprimir à nossa participação neste mundo? Começo a sentir esta dúvida a assaltar-me cada vez com mais frequência. Será da idade? Será que ando demasasiado dispersivo? Eu queria participar duma forma dispersa, não me concentrar em nada em concreto, observar, partilhar, não me absorver em excesso.
Será que o vou conseguir? Ou vou quebrar, a todo o momento, o meu fio que me liga à teia?
Dispersa(siva)mente...

ps: não ligue muito a estas dispersões...devem ser nuvens que estão a passar...e hoje andam por aí com cores sombrias, mas também as vejo brilhantes, com o Sol a espreitar!...

bell disse...

Sugestões excelentes! Já escolhi uma para fundo da área de trabalho!

3za disse...

Andamos todos cada vez mais dispersos... talvez o António seja aquele que mais cedo percebeu o enigma... e "dispersamente" se assumiu! Acho que encontrará a resposta mais cedo do que qualquer um de nós...

3za disse...

bell, ainda bem que gostaste... são um apetite!