terça-feira, novembro 07, 2006

Quem quer ouvir uma história?

Às vezes tenho saudades de ouvir uma...

Um destes dias na BE-CRE, recebi um grupo de alunos "especiais" que vieram pela mão do professor dos apoios educativos e da psicóloga da escola. Alguns difíceis. Muito. Outros só um bocadinho ausentes, tudo mais devagar e sereno. Um deles afastou-se com gestos de rebeldia e revolta e recusou-se a estar incluído no grupo...
Até que... estando nós mesmo a meio da semana do Halloween na BE, resolvi pegar num dos livros de bruxas da mesa dos destaques... e perguntar: alguém conhece alguma história com bruxas?

Não foi fácil... mas, muito devagarinho, lá surgiu a Branca de Neve... Hansel e Gretel e...

... o tal aluno começa a contar a história de um filme que havia visto na televisão, agarrando numa cadeira para se sentar ao pé de nós. Sem o deixar acabar, não resisti a dizer: obrigada por me contares uma história... se soubesses as saudades que tinha!

Pronto. Foi palavra mágica.
E ali ficámos. Três histórias contou ele (filmes que já viu e se percebe que o impressionaram) e depois li eu uma história (com a ajuda de todos) e um poema divertido da Luísa Ducla Soares - Onde está o gato? (Em conjunto descobrimos os disparates...).
E conversámos.


Vem isto a propósito de uma descoberta na internet:

http://www.lusocast.com/channel/view/263

Um local onde podemos ouvir contar histórias e mais, muito mais...
Encontram por lá a Fada Oriana... e mais magias à vossa espera...
(É conveniente gravar antes de ouvir. Alguns ficheiros são bastante pesados.)


Era uma vez...
Podcast quinzenal para crianças, educadores, professores e todos aqueles que gostam de uma boa história e querem aprender mais.
Adila, Helena e Pedro -
podcasteraumavez@gmail.com
http://recursoseb1.com/eraumavez



E ainda a propósito de tudo isto... (ai como a minha mente divaga!)
... lembrei-me de um poema antigo (publicado no livro Das Palavras) que diz exactamente o que me apetece dizer agora:


Quando foi?

Deixaram de me embalar
me aconchegar
com histórias
à noite
para adormecer.

E eu não me lembro quando foi
o dia
a exacta hora
em que se foram embora
e se esqueceram de mim
(e a palavra fim, foi mesmo fim).

O que descobriram sem eu saber?
Que chegara às estrelas?
Já sabia ler?
Não acreditava em fadas
ao anoitecer?

Foi duma vez só que cresci?
Ou foi sendo, sem regresso,
e eu nem me apercebi?

Não me lembro quando foi
o dia
o exacto momento
em que olhei de fora para mim
e percebi
que o meu corpo era o meu.

Agora
já não é importante recordar
a exacta hora.
Esqueci.
Porque chegou a noite
de emprestar histórias
e de semear
magia e fadas

em ti.

11 comentários:

Miguel Sousa disse...

Um bom contador de história transporta-nos a um mundo melhor que este, onde cada vez mais há menos de bom para contar....bravo

3za disse...

Talvez por isso me apeteçam tanto histórias "diferentes"... e se ninguém me contar nenhuma, vou ter de a escrever e contá-la a mim própria...
... confesso-me precisada... de ler, ouvir, escrever...

Tit disse...

É óptimo contar e ouvir contar histórias. À lareira, na cama, no sofá... Histórias que nos levam a imaginação para cantos e recantos que existem na nossa cabeça e que nunca imaginámos...
O poema... é lindo. Já conhecia, como deves imaginar ;)
Um beijinho muito grande :)

Teresa Lopes disse...

(Passei por aqui... Sentiste o murmúrio dos contos que ainda temos para contar?)

IC disse...

E puseste o menino mais difícil a contar histórias :))

Quanto ao site que descobriste, já o pus nos Favoritos da minha Inês (antes de lhe ouvir a opinião porque sei que vou ouvir as histórias por iniciativa dela sem eu lhe falar no assunto)

Bjinhos :)

O Nosso Mundo disse...

Senti o murmúrio... senti a amizade... senti o carinho...
Tudo isto é uma enorme história (e muito doce, apesar dos pesares...)
beijinhos

3za disse...

O nosso mundo, sou eu, a Teresa, é claro... estive a criar o blogue do jornal da nossa escolinha... ai ai!!!!! Mas este é para ser gerido pela equipa do jornal. Só me ofereci para fazer a estrutura e um template personalizado com o logo deles... é em
www.onossomundoaz.blogspot.com

fatima.pais disse...

o meu poema do coração!
saudades
Fátima

3za disse...

Eu sei Amiga.
Ainda bem que este ano, pelo menos por conta das reuniões, podemos matar saudades mais frequentemente!
beijinhos

Pedro disse...

Obrigado pela referência ao nosso podcast.
Por favor,comenta os nossos episódios para podermos melhorar...

3za disse...

.