quinta-feira, dezembro 31, 2009

Resoluções radicais...

O meu Paizão enviou-me a notícia (clicar para ampliar) que também encontrei AQUI.

Pois...

Sem radicalizar, realmente este foi o ano em que encerrei alguns espaços (o twitter e mais uns três). Já não tenho tempo para o SL (embora confesse saudade dos encontros de Educação promovidos pela Universidade de Aveiro). E não é mentira que, se não tivermos cuidado, acabamos encerrados nestes universos, sem que disso resulte algum bem para o mundo à nossa volta, ou para nós. Temos de os usar a nosso favor, não contra nós.

Utilizo pouco o telemóvel (desde criança que não gosto de telefones) e com excepção da Teia, do Sabor de Palavra (lazer), e dos espaços das turmas... (este ano Clube e turma D), os restantes (Muito mais e Facebook) alimentam-se dos principais e não me ocupam mais tempo do que uns minutos de actualização quando se justifica.

Ok. Também assumi criar e manter o site da ESE - programa de Formação - mas isso vou contabilizando na dádiva à causa da formação... podia ser de outro tipo, mas distribuímos o trabalho por todos e funcionamos bem. Para além de que não é um espaço onde precise de estar regularmente.

Estou a pensar em voz alta, já perceberam. A época é propícia... Uma resolução para 2010 é, decididamente, menos cadeira e mais acção (exercício, pois). O que pode implicar, realmente, menos tempo por aqui, por ali e acolá no digital. Estas coisas têm um tempo... têm os seus momentos... e tão depressa me apetecem rosas, como borboletas, ou nada disso. Os gastos de tempo agora são muito reais com as deslocações às escolas e há prioridades. Neste momento uma delas, para além dos meus meninos na escola, é a leitura e a aprendizagem pessoal (não apenas porque preciso, mas porque quero) e o feedback a formandos (ao vivo, ou digitalmente - tarefa exigente).

A melhor resolução? Continuar a manter-me fiel a mim. É quanto basta. Não preciso de mudanças radicais para isso. Vou-me ajustando e adaptando à evolução dos tempos e das tarefas... com a esperança de ver a Escola perceber que de nada serve ocupar até à exaustão os professores, com intermináveis burocracias, não criando as condições para lhes exigir que possam continuar a estudar, a reflectir, a progredir na sua missão... e recompensar realmente o mérito encontrando formas justas de o reconhecer.

Regressando às resoluções radicais... com o namorado espécie de marinheiro que arranjei, o meu único remédio é mesmo aproveitar bem o que o digital oferece (ainda me lembro de um tempo sem computadores e sem telemóvel onde ficava dias e dias sem saber nada dele).

Oh Lily, sem computador e sem telemóvel??? Nunca! :)

4 comentários:

Herr Macintosh disse...

Já estive mais de uma semana com o telemóvel desligado e hoje abri o mail (ou melhor, os mails das várias contas) pela primeira vez desde que as aulas acabaram. Não morri nem desapareci em nenhum buraco negro digital.
Os computadores, esses estiveram ligados quase em permanência (um 24 horas por dia; outro está ligado há cerca de 5 dias; o portátil tem descansado um pouco :-) ).

Teresa Pombo disse...

Curioso como as tuas resoluções são tão próximas de algumas minhas :-)

beijo grande! Um 2010 pleno de coisas boas! Uma década em grande!

Herr Macintosh disse...

Para os menos versados nestas coisas chatas da História: a próxima década começa às 00:00:00 do dia 1 de Janeiro de 2011.

3za disse...

Herr... as coisas que tu sabes lol!!!
Teresinha furacão digital e não só... tu entendes bem... até bem melhor do que eu... Basta dosear sem nos afogarmos na maré... É como o Herr diz: não morremos nem desaparecemos num buraco negro digital...
Um Ano de 2010 sempre mais especial do que o anterior... é o que vos desejo