quinta-feira, setembro 10, 2009

Carta quase com destino...

Ouço falar de vocês sem vocês por perto.
Olho para as vossas caras pequeninas numa fotocópia a preto e branco que não conversa comigo. Mas é já um apetite a nascer pelo primeiro dia, uma vontade imensa de vos escutar a voz, de saborear devagar o gostinho tão bom de primeira vez, de primeiro encontro, de cheiro a novo.
Provavelmente nesta altura escrevem-me também uma carta sem saber, perguntando-se nela quem serão os braços que vos acolherão.
Quem serás tu professora? O que nos dirás? O que nos pedirás? Vais querer saber quem somos? O que pensamos? O que queremos? Vais escutar-nos, professora? Vais compreender os medos que não te confessarmos? Vais celebrar as nossas alegrias? Vais perceber quando estivermos tristes? Vais ser mesmo nossa, professora? Vais gostar de nós? Será que vamos gostar de ti? Tens surpresas nas mãos, professora? Tens magias e segredos para trocarmos?

Entraremos na sala juntos de folha branca ao peito e coração cheio de esperança para começar a escrever nela e nele os dois anos de caminho que nos esperam. É neste pedaço de tempo antes da porta se abrir que começamos a nossa história de sorrisos.

O dia está quase a chegar e, depois, o tempo vai passar demasiado depressa como sempre e acabarei, como agora, feliz por receber quem chega e cheia de uma imensa saudade de quem já voou.

É só o que vos prometo. Lá num futuro perto, sei, vamos sentir falta uns dos outros. O tempo vai esculpir-nos asas e nós esculpiremos com elas o tempo... mas é areia impossível de guardar nas mãos. Rio sem barragem.

Crescer é isto: viver de boas-vindas em despedidas minuto a minuto.
Crescer bem é isto: aproveitar todos os segundos que nos são oferecidos dentro dos minutos e fechar suavemente cada porta aberta sem arrependimento.

Até já...

3 comentários:

teresapombo disse...

Ora e.... este textozinho pode ser usado numa aula de Língua Portuguesa com a devida referência à autora (foto e tudo) e fonte?

ah e com o respectivo "mau-trato" de análise literária e linguística?

é que está mesmo a apetecer.... é melhor que os que iniciam muitos manuais


please, please, please


depois mostro :-)

aliás, até já estou a pensar numa tarefa de expressão escrita, responder a esta professora... não achas que os meus meninos com 11, 12 anos, no 7º vão adorar?

please, please, please

:-)

Teresa Lobato disse...

"Crescer bem é isto: aproveitar todos os segundos que nos são oferecidos dentro dos minutos e fechar suavemente cada porta aberta sem arrependimento."

Eu, que tenho 52, continuo a crescer... E esta imagem é tão bonita...

Beijo
13A

3za disse...

Claro que sim, Teresinha P!!!Ai adorava! E publico aqui a carta de resposta... Está prometido!!!!!
Vocês são umas queridas... E, olha!, estamos aqui três 3zas!!!!!
Muitos beijinhos