quarta-feira, janeiro 06, 2010

Dia de Reis com sabor matemático...

Alunos de uma turma de 1º ano, algures em Setúbal:

Oh Teresa... nós vamos cantar as Janeiras aos meninos das outras salas!
Ai vão? E não me cantam a mim? Era assim como um ensaio!
Siiiim!
Todos para a frente da sala organizados pela sua Professora... espécie de palco improvisado. A maestra que tinha de dar a deixa enganou-se algumas vezes mas a canção lá arrancou!
Palmas.

Teresa, tiras uma fotografia à minha coroa?
Sim...





E agora... Matemática! Todos de coroa fazendo descobertas...

A maestra chama-me. Pensei que era uma dúvida. Diz-me baixinho: Oh Teresa, e se eu me engano depois a dizer Janeiras e Orvalhadas como há bocadinho? Não te enganas nada! Repete lá baixinho para mim... Janeiras, Janeiras, Janeiras.... Orvalhadas, Orvalhadas... Oh Teresa (ainda mais baixinho) eu em casa já calcei as botas de salto alto da minha mãe...





Antes desta aula, uma outra (alunos do 1º ao 3º anos)... na turma da menina da boneca. Continuar a tarefa iniciada na altura.
Lembrámo-nos de que da outra vez, por acaso, tinham estado presentes três meninas "muito crescidas" do 4º ano - percurso alternativo (a sua Professora havia faltado) e fomos convidá-las a participar. Vieram contentes. Pedi desculpa pois percebi que lá na sua aula estavam a jogar um jogo dos reis... Gostei tanto de vos conhecer, tive saudades vossas... trabalharam tão bem, ajudaram os pequeninos...que fiquei com vontade de vos ter aqui a trabalhar connosco...
Deixei-as à vontade para regressar ao jogo. Mas não... que não, que queriam ficar ali a trabalhar na Matemática...

E querem vir na sexta-feira? Vou cá estar e vamos continuar o trabalho! Queremos! E sempre que vier cá à escola, pode ir chamar-nos e a gente vem.

E querem vir já amanhã (pergunta a Professora da Turma) para concluirem o que vão fazer hoje? É que os meninos da turma vão fazer isso para prepararem o trabalho de sexta. Sim! A Professora vai lá chamar-nos!

Na sala meninos do 1º ao 4º... A tarefa envolveu-os. Professora feliz indicando-me aqueles que habitualmente revelam alguma dificuldade em aderir (e que apresentam comportamento irregular)... mas que hoje pareciam uns anjos reis... também eles de coroa na cabeça a trabalhar... e bem!

O menino do chapéu e do tubarão trazia com ele hoje o mesmo entusiasmo do outro dia...Quando a professora mostrou os quatro triângulos no ar, bem alto, e explicou: hoje terão de construir, com a mesma regra, todas as figuras diferentes mas com quatro peças... Colocou o dedo no ar e disse: eu já estou a imaginar na minha cabeça uma delas... e é um foguetão! Mal as peças ficaram em seu poder montou em segundos o objecto imaginado/visualizado... É ou não é um Rei mago (mágico) disfarçado de menino?


E a quantidade de abracinhos que me ofereceram hoje!


(Chegam para aquecer qualquer frio de Inverno...)

8 comentários:

escrevinhadora disse...

Menina, venham mais histórias dessas! São um regalo (para desenjoar dos queixumes...) :)

3za disse...

:) :) :) :)

Luisa moreira disse...

Olá!
Aqui deixo uma nota a agradecer a referência à Casa do Regaço num post anterior.
Vi tardiamente,comentei,mas gostaria que visse.
Abraço.

Hugo Correia disse...

Conto fazê-lo em breve, Luísa.

3za disse...

Luísa, vi... e já deixei lá palavras... Abraço grande!

Luisa moreira disse...

Ficaremos à espera, Hugo!

Teresa, quando vier até ao Norte...cá a esperamos.

Abraço

Luis Neves disse...

Acho muito giro a tradição de cantar as janeiras.
Já há muitos anos, quando passava o natal na terra dos meus avós , eles levavam os netos a cantar as Janeiras nas casas dos vizinhos.
As letras eram inventadas para cada pessoa.
Aqui vai uma quadra que me lembro para a Teresa.
«Viva lá, menina Teresa
raminho de salsa crua
debaixo da sua cama nasce o sol põe-se a lua »
Outra
«Viva lá, sra teresa
sentada no seu cortiço
ide lá ao seu fumeiro
e dê p´ra cá um chouriço»

BOM ANO Novo 2010 cheio de coisas boas, Luis

3za disse...

Já me fizeste sorrir! Um Feliz Ano para ti! :) :)