quarta-feira, julho 08, 2009

(in)sucesso e comunicação social...

Novos réus na história.

Apontar o dedo para fora de nós. Sempre. É um vício.

Opiniões – José Manuel Fernandes
via Paulo Guinote


Lembrei-me de algo que deixei aqui escrito na teia há muito tempo (estava a iniciar-se o ano de 2006). Pena o registo do dedo apontado persistir... (aponta é em mais direcções do que as já habituais).

Bem vistas as coisas, a culpa deve ser é tua... que dormes alheado dos males do mundo.

3 comentários:

rabina disse...

Outro bode expiatório para além dos profs???...

3za disse...

Os profs e outros... nunca estivemos sós... todos apontam o dedo a todos, mas raramente apontammos o dedo para nós próprios assumindo que, de uma forma ou de outra, parte da fatia de responsabilidade é nossa...

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

Eu apontei-te o dedo lá no meu canto, mas desta feita por uma boa causa:-)). Partilho um prémio, se te apetecer...é teu! Bjs