domingo, agosto 24, 2008

Falemos de flores da terra e do céu...

No intervalo dos livros (que também são uma espécie de flores), da escrita (que é uma espécie de fruto), do pensar e reflectir (coisas assim de voo de abelha e borboleta polinizando) dou um pulo até ao jardim. Sofreu profunda remodelação depois de um ataque pelo solo, protagonizado pelas raízes da vedação feita de hera (a solução mais barata há uns anos) que tudo foi invadindo. Obra de monta a retirada de toda a vedação e das raízes... ainda assim, bem mais fácil do que decepar e extrair todo o mal que vai corroendo a educação nos tempos presentes desde o fundo, na sua essência mais nobre.

Mas falemos de flores. Voltei a plantar Buddlejas e muitas coisas mais que partilharei quando o tempo permitir. E trepadeiras novas que voltarão a cobrir a rede (agora coberta por aquelas vedações amistosas e ecológicas de pauzinhos secos, às quais as novas plantas se abraçarão). Recuperámos plantas, salvámos o posssível, instalámos rega automática e poupadinha (escusado será dizer que escolhemos espécies resistentes à seca e que, definitivamente, a ideia de relva sugadoura foi abandonada em prol de gravilha bonita e pedacinhos de xisto).

E, sim, as borboletas vão regressando atraídas pela magia das cores e cheiros em busca dos sabores doces que o jardim voltou a oferecer.

Uma Iphiclides feisthamelii (Borboleta Zebra) tem visitado o jardim todos os dias, mas ainda não consegui fotografá-la como aconteceu no passado (esta foto é de Agosto de 2005). Apenas as Pieris param o tempo suficiente para se transformarem em modelos... e esta (Pieris brassicae fêmea) que aqui vos deixo, bem se esmerou (fotos de há dois dias)...





Já uma vez o disse, imitando um senhor francês que se dedica à criação de borboletas e com quem muito aprendi: são as minhas flores do céu...

Fazem-me bem aos olhos e à alma.

6 comentários:

Fátima André disse...

Que delícia, Teresa. É a primeira vez que ouço a expressão flores do Céu aliada às borboletas, mas achei uma ternura. E até percebo melhor o meu encanto por elas durante toda a minha infância e adolescência. Ainda hoje fico deslumbrada quando vejo uma...
Sorrisos e continuação de boas férias :)

3za disse...

:) Pois... mágicas.... pareço uma miúda de cada vez que vejo uma!
Beijinhos e boas férias também para ti (restinho sniff sniff...)

Butterkiko disse...

Bem bonita, Parece que tem mais cara para as câmeras do que as feisthamelii. Não sei se ainda aparecem muitos Papilios aí mas aqui continuam a vistar as Arrudas praticamente todos os dias mas para esta 2º geração só tenho mais três crisálidas desta espécie. Este Verão já andei a criar Monarcas e consegui que cinco fêmeas me pussesem à volta de 20 ovos nos pequeninos Algodoeiros-Falsos. Já estam em crisálida apenas as duas que sobraram da 'ninhada' pois vinte eram muitas por isso ofereci a um amigo meu que as cria. Agora ando à procura das do Medronheiro para ver se se dão bem na estufa como as outras!

E pronto, dei noticias, e só dei agora para pelo menos contar logo tudo pois o Verão já está acabar.
Pena, mas também a escola já começa a ser percisa e também vontade de ir já não me falta!

Por isso espero encontrá-la... agora só na rua ou na escola.

Adeus (ex-professora) Teresa!

3za disse...

Kiko!!! Que saudade...
E fico mesmo contente por se manter a tua paixão pelas meninas com asas... Sei que tenho um bocadinho de culpa e isso enche-me de orgulho. Sabes outra coisa de que gosto? Os progressos que fizeste na tua escrita para poderes manter um blogue mais cuidado... Aqui e ali ainda merece uma atenção, mas as diferenças para o quinto ano são abismais! E agora lá vão vocês para o sétimo ano ....... o tempo passa depressa... Continua a ser cuidadoso!
Quanto aos papílios... tenho visto poucos... mas tenho menos arrudas e o jardim foi mexido, portanto terão de se habituar às novidades. Penso que no Outono talvez... ou para o ano quando algumas das arrudas crescerem...

E como mesmo sendo ex... não desisto, aqui vai:

câmeras é câmaras
pussesem é pusessem
estam é estão
percisa é precisa

Tenho muito orgulho em ti, sabes não sabes? Nunca deixes de dar notícias mesmo que te cruzes comigo apenas de vez em quando... para isso temos a net... quando o real não permite... fica aqui este ponto de encontro sempre disponível! Vou acrescentar o teu blogue nos links dos alunos-passado (não tinhas feito um site? Não encontro o endereço)

Beijinhos e até Setembro!

IC disse...

Qualquer dia em que ache que terás tempo (acho que só depois de apresentares a tese) peço-te umas instruções sobre espécies de flores que se possam encomendar cá no país para plantar (ou semear, mas na maior parte das vezes sou mal sucedida com sementeiras), para ver se melhoro o meu jardim na varanda (que neste momento pouco mais tem que folhagem e mais folhagem - está a fracassar). E depois, quando tiver mais sucesso... vou... titar um pequeno curso de fotografia eh eh eh
Beijinhos

3za disse...

:) certo! Beijinhos