sábado, agosto 28, 2010

Fernando Pessoa - Madeira viva



O meu irmão continua a dar vida à madeira... como sempre (http://madeiraviva.blogspot.com/ ).
Mãos de fada... melhor... Mãos de mago.
Este é um dos seus últimos trabalhos...


(Fernando Pessoa havia de ter gostado... muito!)




Vivem em nós inúmeros;
Se penso ou sinto, ignoro
Quem é que pensa ou sente.
Sou somente o lugar
Onde se sente ou pensa.

Tenho mais almas que uma.
Há mais eus do que eu mesmo.
Existo todavia
Indiferente a todos.
Faço-os calar: eu falo.

Os impulsos cruzados
Do que sinto ou não sinto
Disputam em quem sou.
Ignoro-os. Nada ditam
A quem me sei: eu escrevo.

© 1935, Ricardo Reis (Fernando Pessoa)
From: Poesia
Publisher: Assírio & Alvim, Lisbon, 2000
ISBN: 972-37-0612-1

----------------------------------------------------------------------------

Countless lives inhabit us.
I don’t know, when I think or feel,
Who it is that thinks or feels.
I am merely the place
Where things are thought or felt.

I have more than just one soul.
There are more I’s than I myself.
I exist, nevertheless,
Indifferent to them all.
I silence them: I speak.

The crossing urges of what
I feel or do not feel
Struggle in who I am, but I
Ignore them. They dictate nothing
To the I I know: I write.

© Translation: 1998, Richard Zenith
From: Fernando Pessoa & Co. – Selected Poems
Publisher: Grove Press, New York, 1998
ISBN: 0-8021-3627-3



FONTE:
http://portugal.poetryinternationalweb.org/piw_cms/cms/cms_module/index.php?obj_id=7082

4 comentários:

rabina disse...

Uns verdadeiros artistas, quer 1 quer outro!

IC disse...

Parabéns ao mano artista.

Tens um convite para um chá no meu cantinho (não deves ter tempo para chás virtuais, mas teremos oportunidade de um real!)

Matilde Rebelo disse...

e outro chá no meu. só para aquecer um bocadinho um momento do dia.
isto tudo junto com um beijinho meu.e um bom "ano novo"! ;)

tsiwari disse...

fui espreitar o blog do mano - bem interessante.


obrigado pela partilha da beleza nas suas múltiplas formas


*