sexta-feira, janeiro 16, 2015

"Oh professora, já pensou que podem ser só pássaros??"


Hoje na última aula do dia (sexto ano - matemática), a propósito das razões e das proporções, precisei de dar um exemplo que ajudasse a compreender melhor o significado da razão entre o peso em adulto de alguns animais e o seu peso à nascença. Olhei-os com o olhar mais sério que consegui e comecei... "Imaginem uma fada que acabou de nascer com 200g (começo a ver os sorrisos) e que em adulta ficou com 600g (o que para uma fada me parece já um bocadinho de obesidade, mas pronto...)."
Depois de calcularmos o valor da razão e de alguém ter dito que o peso em adulta era o triplo do peso à nascença, continuei. "Sabem uma coisa? Desconfio que no meu jardim tenho lá uma ou mais destas fadas pesadinhas. Há uma planta de que eu gosto muito que tem as pontas todas partidas, como se as malandras se andassem a sentar nelas..." Nessa altura sou interrompida pela Cris que coloca o dedo no ar e me pergunta: "Oh professora, já pensou que podem ser só pássaros???"

As crianças deixam de acreditar no Pai Natal tão cedo... 

(Mas acreditam que há professoras que acreditam em fadas... talvez não esteja tudo perdido!)




imagem aqui

2 comentários:

Anabela Magalhães disse...

Que delícia! Nem tudo está perdido. Excelente fim-de-semana!

3za disse...

:) :) Beijinhos e bom fim de semana!