quinta-feira, abril 30, 2009

Quando...

Quando as nossas palavras não têm a forma que desejamos e se adivinham pesadas e lentas...
Quando as nossas palavras não deslizam, nem voam, nem abrem janelas...
Quando as nossas palavras querem ficar guardadas, resguardadas, protegidas para descansarem um bocadinho das coisas do mundo...

procuramos as palavras dos outros.
Às vezes trazem melodias junto com elas.

(E as nossas palavras aninham-se e adormecem serenamente à escuta, até lhes apetecer florir outra vez...)



5 comentários:

Isabel Preto disse...

Obrigada, Teresa...hoje estava a precisar...esta música veio a calhar, com a sua mensagem.

rabina disse...

Que bom! Mais uma vez uma melodia agradável.

Teresa Martinho Marques disse...

:)

Nenúfar Cor-de-Rosa disse...

E que belas são as tuas palavras:-)! Beijinho e bom fim de semana! Ahh...e a música..hummm a música...!MAravilha.

Teresa Martinho Marques disse...

Bom fim-de-semana...
Beijinho